Defesa Civil de São Sebastião entra em estado de atenção a partir desta sexta-feira



Postado em: 13/02/2014


 

Foto: Munir El Hage/PMSS

As fortes chuvas do verão passado causaram destruição na Costa Sul

São Sebastião-13/02/2014 - A equipe da Defesa Civil de São Sebastião composta por 15 homens entrará em estado de atenção a partir das 7h desta sexta-feira (14), e passará a vistoriar todas as áreas de risco do munícipio por conta de informações divulgadas pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil.

De acordo com os informes do órgão, nos próximos dias “um sistema frontal se aproximará do Estado, organizando a umidade vinda da Amazônia (AM) e causando chuvas generalizadas com pontos de intensidade forte”. 

Dentro dessa previsão, há possibilidades, ainda nesta quinta-feira (13), de pancadas isoladas de chuvas com alguns pontos mais fortes de curta duração, devido ao calor excessivo. “Na sexta, a frente fria deve se aproximar do Estado, causando chuvas de intensidade forte com elevado risco de ocorrerem transtornos, principalmente no extremo sul paulista. E no final de semana, as instabilidades continuarão a provocar  chuvas de intensidade moderada, com pontos mais intensos”, aponta o informe oficial do Estado.

Ainda de acordo com  a Coordenadoria Estadual, deve haver atenção do órgão principalmente entre a tarde de sábado (15), e a manhã de domingo (16), pois são esperados acumulados elevados no Vale do Ribeira e todas as regionais que fazem divisa com Minas Gerais.

Riscos

Segundo informações do chefe da Defesa Civil de São Sebastião, Carlos Roberto dos Santos, o Carlão, a equipe passará a monitorar áreas de alagamentos e deslizamentos de terra de ponta a ponta do município. “E, se preciso for, temos agentes voluntários para nos auxiliar na ação”, frisou.

Entre as áreas de alagamento, Carlão aponta sete bairros na Costa Sul, como Boracéia, Barra do Una, Juquehy, Barra de Sahy, Cambury, Maresias e Boiçucanga, onde há pontos de constantes alagamentos, assim como alguns locais na região central da cidade, a exemplo da Topolândia.

A equipe também deve intensificar vistorias nas áreas onde há registros de deslizamentos de terra, principalmente na Costa Sul, região assolada entre os meses de fevereiro e março de 2013 por uma tromba d’água.

O Morro do Esquimó, em Juquehy; Morro da Vila Sahy, em Barra do Sahy; Vila Tropicanga, as duas partes, em Boiçucanga; Maresias, nas ruas Porto Seguro, Sossego e Colombo e os bairros do Itatinga e Olaria que juntos com a Topolândia concentram o maior número de habitantes no município terão atenção especial, além do Morro do Abrigo. “Alguns pontos serão vistoriados a cada cinco horas para garantirmos a segurança dos moradores”, declarou o chefe da Defesa Civil. “Isto, até que a frente fria passe pela região, o que deve acontecer após o fim de semana”, concluiu Carlão.



Últimas Notícias