PMSS

Prefeito de São Sebastião institui decreto para ajuda humanitária ao Rio Grande do Sul; Fundo Social segue com arrecadações



Postado em: 11/05/2024


O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, instituiu o Decreto Municipal 9.338/2024 que define o fornecimento de ajuda humanitária aos municípios do Estado do Rio Grande do Sul, abrangidos pelos decretos de Calamidade Pública 57.596 e 57.600/2024 em decorrência dos eventos climáticos de chuvas intensas. Com isso, São Sebastião pode mobilizar os servidores da Defesa Civil nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução.

Essa ajuda também serve para servidores aptos de outras secretarias para reforçar as ações e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto às comunidades atingidas com o objetivo de facilitar ações de assistência à população afetada pelas enchentes, sob a coordenação da Defesa Civil. Ainda com base no decreto, esses profissionais devem ser capacitados para avaliação de cenários de desastres naturais e devem apoiar a coordenação de abrigos emergenciais, logísticas humanitárias e geoprocessamento de dados relacionados ao clima.

O documento define que os agentes da Defesa Civil de São Sebastião podem atuar em situações de arrecadação e entrega de medicamentos, colchões, itens de vestuário, materiais de limpeza e higiene pessoal e gêneros alimentícios, como no auxílio da organização e distribuição desse material para as vítimas das chuvas nos locais de recebimento e acolhimento definidos e indicados pelo governo do Estado do Rio Grande do Sul e Defesas Civis do Estado de São Paulo e gaúcho.

Balanço

No quinto dia da Missão Humanitária dos agentes da Defesa Civil de São Sebastião no Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira (10), ainda em Canoas foi feita a implantação do Posto Médica Avançado (PMA), uma articulação junto com a Secretaria de Saúde Municipal; também houve a integração de médicos voluntários no local onde foram realizados 10 atendimentos, sendo oito curativos e dois em moradores com hipotermia.

A equipe também realizou a integração médicos veterinários no auxílio da implantação de um Posto Médico Avançado Veterinário e também junto às ONGs já atuantes no local.
Outra ação realizada foi a logística para a implantação de ponto de apoio para entrada e saída de equipes de socorro em bairro, além de apoio a moradores na busca de dois desaparecidos que não foram localizados.

Doações

Neste fim de semana, sábado (11) e domingo (12), o Fundo Social prossegue com a campanha ‘São Sebastião Solidária aos Brasileiros do Rio Grande do Sul’, vítimas das fortes chuvas que atingem o Estado.
A ação conjunta entre o Fundo Social da Prefeitura de São Sebastião com os Centros de Referência de Assistência Social (CRASs), vinculados à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social (SEDES), ocorre em parceria com o Fundo Social de São Paulo (FUSSP) do governo do Estado de São Paulo.

Podem ser doados água mineral e itens de limpeza como água sanitária, balde, desinfetante, detergente, detergente em pó, escova de lavar, esponja para limpeza, esponja de aço, limpador multiuso, luvas de látex, panos de chão, rodos, sabão em barra, sacos de lixo, saponáceos, e vassouras, e, também, produtos de higiene pessoal como aparelhos de barbear, creme e escova dental, fio dental, sabonete, shampoo e condicionador.

Os locais de entrega dos donativos são: Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Costa Norte, na Avenida Machado de Assis, 410, bairro Canto do Mar; no CRAS Costa Sul, à Rua Sargento Filisbino Teodoro da Silva, 200, em Boiçucanga; e na sede do Fundo Social, à Rua Capitão Luiz Soares, 33, Centro, sábado e domingo, das 8h às 17h.

Mais informações para doações e solicitações na sede do Fundo Social de São Sebastião, à Rua Capitão Luiz Soares, 33, Centro ou pelo telefone (12) 3892-4991, além de agendamentos para retirada de donativos.

PIX Solidário

Diante da calamidade pública enfrentada pelo Estado do Rio Grande do Sul, o governo gaúcho reativou a chave PIX, sendo CNPJ: 92.958.800/0001-38 para doações, utilizada no ano passado, também, devido a desastre climático, e vinculada à conta bancária aberta pelo Banrisul.

Segundo o governo estadual rio-grandense, por este canal oficial de doações, o governo centraliza a ajuda financeira, fornece segurança aos doadores e amplia a transparência da alocação do dinheiro, uma vez que a movimentação dos recursos passará por auditoria e fiscalização do poder público



Últimas Notícias