Divulgação/Fundacc

Caraguá elege corte momesca e melhores marchinhas para o carnaval 2024



Postado em: 05/02/2024


O Carnaval de Caraguatatuba já tem sua corte real. A eleição ocorreu na noite do último sábado (3), em evento organizado pela Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba (Fundacc) e Prefeitura, na Praça da Cultura.

No total, nove candidatos concorreram em três categorias: Rainha do Carnaval, Rei Momo e Rainha “T”.  Majuh Guerra, consagrou-se rainha com a maioria dos votos, ao lado de Jardan Santos, eleito Rei Momo do Carnaval 2024. Para integrar a realeza carnavalesca, pela primeira vez, a cidade elegeu uma rainha Trans, sendo a campeã, Thífany Félix Guimarães.

“É uma satisfação muito grande conquistar este primeiro título, principalmente pela visibilidade ao público LGTQIA+. Ações assim ajudam a sermos mais bem vistos na sociedade e incentiva a queremos conquistar nosso espaço como qualquer um. Espero que venham mais oportunidades como essa. Vou levar essa conquista para o resto da vida”, destacou Thífany.

Os campeões levaram para casa o prêmio de R$ 3 mil cada. Os nove candidatos à corte momesca foram analisados pelos carnavalescos da região: Rodrigo Negretti, Cássia Reis e Janete dos Santos.

“Muito bom retomar esse concurso que há muitos anos não era realizado. O carnaval é essa alegria contagiante e as rainhas e o rei são responsáveis por conduzir e representar o povo nesta folia”, explica Malu Baracat, presidente da Fundacc.

O evento também contou com a presença do vice-prefeito José Ernesto e do secretário adjunto de Turismo, Rodrigo Tavano, que, juntos à presidente da Fundacc, fizeram a entrega da premiação. 

Concurso de Marchinhas

O tradicional concurso de Marchinhas de Caraguatatuba também agitou a cidade levando muita criatividade. A Marchinha “São Quatro Gatos” de Mário Olegário Leite Filho (Marinho) conquistou o 1º lugar levando o prêmio de R$ 4 mil .

O  2º lugar premiado com R$ 2,5 mil, foi para a obra “Geração Melhor Idade”, composição de Juliana dos Santos Leme . Para o prêmio de terceiro lugar houve um empate técnico entre duas marchinhas que foram desempatadas pelo público.

“É Carnaval”, de Luzia Santos Dias Antunes Prado, recebeu o valor de R$ 1,5 mil pela terceira colocação e a marchinha “Cuba, México, Peru”, de Walter Leme, ficou com o quarto lugar e o prêmio de mil reais.

O júri técnico do Concurso foi composto pelos músicos Eder Carvalho Martins, Marcos Henrique e Evandro Elton. As letras das marchinhas foram transmitidas em tempo real na tela de LED, localizada ao centro do palco para que o público pudesse cantar junto.



Últimas Notícias