Escola e Instituto de Neuropsicoeducação desenvolvem modelo de ensino que estimula autonomia do aluno em São Sebastião



Postado em: 30/06/2022


A Escola de Educação Infantil Tia Marisa e o Instituto de Neuropsicoeducação “Corujinha Inteligente” estão implantando o modelo de ensino “Metodologia Ativa”, que é um processo de ensino-aprendizagem no qual o aluno é colocado como protagonista e o professor assume um papel de suporte. Assim, a autonomia do aluno é estimulada de forma que ele seja capaz de construir o próprio conhecimento. Nesta quinta-feira (30/6), os alunos da escola participaram de uma apresentação de pratos que produziram a partir da gastronomia caiçara. 

A ação fez parte do tema escolhido para ser desenvolvido por meio do modelo “Aprendizagem por Projetos”, que foi o “Resgate da Cultura Caiçara”. Neste bimestre, os alunos aprenderam sobre a culinária caiçara e a origem dos alimentos.

Para concretizar a aprendizagem, pais, alunos, professores e culinaristas, participaram de uma versão do Master Chef, onde foram apresentados pratos da culinária caiçara, avaliados pelas culinaristas Simone Santana e Neide Viana de Souza.

De acordo com o Instituto de Neuropsicoeducação "Corujinha Inteligente", além das vantagens acadêmicas que os estudantes obtêm com essa metodologia, seu desenvolvimento social também é beneficiado. Por meio das atividades que partem de situações reais ou virtuais, os alunos aprimoram seu pensamento crítico e sua autoconfiança. Essa problematização ajuda a prepará-los para superar desafios reais, sempre com base na investigação, no estudo e na reflexão.

Nesta quinta, pais e alunos apresentaram pratos da culinária caiçara ao corpo de jurados formado por culinaristas



Últimas Notícias