Corpo de Bombeiros promove palestra de orientação aos pais sobre engasgos de bebê



Postado em: 13/05/2022


Como parte da programação das atividades da 6ª Semana do Bebê em Ubatuba, o Corpo de Bombeiros promoveu uma palestra com simulação de acidentes de aspiração de corpo estranho ou de conteúdo alimentar. O evento aconteceu na Praça 13 de maio e contou com a presença de pais de crianças pequenas e de professores, agentes educacionais, gestores e coordenadores de unidades da Rede Municipal de Ensino de Ubatuba.

De acordo com a coordenadora técnica do Comitê do Plano Municipal da Primeira Infância, Ileana Solera, o objetivo das ações da Semana é promover a Primeira Infância. "O importante é falar sobre o tema e sensibilizar a população, aos poucos, sobre a importância de discuti-los", afirmou. Além disso, ela ainda acrescentou que, devido à relevância do tema, o conteúdo foi registrado e deve ser reproduzido aos que não puderam estar presentes.

Para a professora de educação física da EM Tancredo, Vivian Fernandes, o curso é de extrema importância para todos da escola. "É uma formação que prepara para situações que podem parecer durante nossa vivência escolar, podendo assim salvar vidas, evitando que o pior apareça. É uma ótima iniciativa trazer esse conhecimento para nós funcionários da unidade escolar. Além de que podemos passar a diante todos os procedimentos ensinados", compartilhou.

O agente educacional Newson da Fonseca Júnior também lembrou sobre a utilização dos conhecimentos fora das unidades escolares. "O curso é importante, uma vez que trabalhamos com crianças em nossas escolas, mas também para nosso dia a dia em casa. É uma capacitação que reflete diretamente no bem-estar de nossas crianças", enfatizou.

Orientações

O comandante do Corporação, Subtenente Carlos Victor, destacou a importância dos primeiros socorros no salvamento da vítima até a chegada do socorro pelo Samu ou pelo próprio Corpo de Bombeiros. "O atendimento emergencial é de suma importância, pois quanto mais conhecimento se tem para que essas manobras e procedimentos sejam feitos no momento da ocorrência, mais chance a vítima tem de ser salva, pois até acionar o socorro pode ser que a situação se agrave", explicou.

Foram compartilhadas orientações na prevenção de acidentes de uma maneira geral, como a preocupação com isolamento de tomadas, acesso a objetos pontiagudos e objetos que podem causar asfixia, e situações de queda.

Também foi reforçada a importância de acionar o 193 em casos de acidentes e incêndios, bem como os salvamentos (quando também pode ser acionado o Samu pelo 192). De acordo com os bombeiros, o mais importante nessas ocasiões é manter a calma e fornecer o maior número de informações possível para melhor eficácia no atendimento.

Lei Lucas

A ação também contempla a exigência da Lei Lucas,  (Lei Nº 13.722), que estabelece a obrigatoriedade da "capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica e de estabelecimentos de recreação infantil".

O objetivo da norma é aumentar a segurança de crianças e adolescentes dentro do espaço escolar ou recreativo, oferecendo o conhecimento necessário para que os profissionais possam lidar com situações emergenciais. De acordo com dados do Datasus, o número de óbitos por engasgo em crianças no Brasil, de 2009 a 2019, chegou a 2148. Os acidentes por ingestão de alimentos causando obstrução do trato respiratório foram predominantes com um total de 1817 (84,6%).

A semana do bebê continua com uma programação diversa até o sábado, 14 de maio.



Últimas Notícias