Ubatuba incentiva adoção de cães e gatos; animais são castrados e vacinados



Postado em: 25/09/2022


Adotar um animal de estimação é um ato de amor, mas também, de muita responsabilidade. A Prefeitura de Ubatuba possui alguns animais disponíveis. Ao todo são 38 cães e 40 gatos – de várias idades e perfis – à espera para adoção.

A veterinária responsável pelo cuidado dos animais, Joana Pedro Gonçalves, explica que os interessados pela adoção responsável devem visitar os animais pois, segundo ela, esse processo envolve muito a empatia e a sintonia entre o pet e o tutor em potencial. Após a decisão, é necessário apresentar documento RG, CPF e comprovante de endereço) e preencher uma ficha. "Para os animais dóceis, é liberada a doação. Já para os animais bravos com potencial agressivo, existem algumas condições especiais", destacou Joana.

"É muito importante ressaltar que a adoção responsável exige que o novo tutor dispenda cuidados com o animal, tendo a consciência de que, se for um filhote, por exemplo, ele vai viver, pelo menos, uns 15 anos. Precisa saber que ele pode adoecer, vai precisar de cuidados e ter uma alimentação adequada. A pessoa precisa saber que será a responsável pelo bichinho e prover tudo o que ele vai necessitar", acrescentou.

"Vamos ajudá-los a ter uma casa cheia de carinho, de amor e atenção, afinal, todos eles merecem", finalizou o diretor do departamento de Proteção e Bem-Estar Animal, Carlos Rocha.

Informações

Todos os animais saem castrados, vacinados com a vacina polivalente (V10 para cães e VC4 para gatos), vacina antirrábica e, também, saem chipados e vermifugados. O horário de visitação do canil é das 9h às 17h e não é necessário agendar. O endereço é rua Pedro Lucindo da Silva, s/n – bairro da Figueira (próximo ao posto da Polícia Rodoviária Estadual).

Experiências

Thales Ortiz é auditor fiscal da Prefeitura de Ubatuba e, juntamente com a esposa, adotou um cachorro e três gatos. "Vocês não têm ideia do quão gratificante é tirá-los da rua. Às vezes, eles vêm de uma situação de abandono ou passaram por algum trauma e dar todo amor e carinho é uma delícia; é a melhor parte. Eles são eternamente gratos por isso. É um amor que não tem tamanho, é até difícil de falar de tão apaixonados que nós somos pelos quatro animaizinhos", compartilhou.

Ele ainda reforçou a importância da atitude. "Além de ser importante vale muito a pena. Se alguém está pensando em adotar, adote que não vai se arrepender", afirmou. Outro funcionário da Secretaria de Fazenda que também adotou um animal foi Leandro Secca. Há sete anos ele resgatou o cãozinho chamado "Zé", seu grande companheiro. "Hoje em dia ele é meu parceiro e aconselho todo mundo que tiver a oportunidade de fazer o mesmo, porque é uma experiência muito boa. Claro que requer algumas responsabilidades, mas é muito bom", finalizou.



Últimas Notícias