Divulgação

Pesquisa Módulo/FASS aponta alta do preço da cesta básica pelo segundo mês consecutivo no Litoral Norte



Postado em: 08/02/2022


O preço da cesta básica, segundo pesquisa realizada pelo Centro Universitário Módulo e a Faculdade de São Sebastião, apresentou a segunda alta consecutiva em todos os municípios do Litoral Norte.  A média do preço da cesta nos municípios era de R$ 645,36 em dezembro, com o aumento foi para R$ 655,86 em janeiro, alta de (+1,63%). Esse aumento registrado no mês, aponta a continuidade de tendência de alta no preço da cesta. A maior movimentação de turistas pode ter contribuída para essa alta nos meses de dezembro de 2021 e janeiro de 2022 com o aumento da demanda de produto com a população das cidades do Litoral.

Entre os municípios as variações foram as seguintes: Ubatuba ( + 1,99%), Ilhabela (+ 1,91%), São Sebastião (+ 1,32%) e Caraguatatuba (+1,29%).

A pesquisa da Cesta Básica Alimentar é realizada pelo Centro Universitário Módulo e a Faculdade de São Sebastião – FASS, duas instituições do Grupo Cruzeiro do Sul Educacional, desde janeiro de 2019, nos quatro municípios do Litoral Norte do Estado de São Paulo: Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba. A pesquisa utiliza metodologia similar à aplicada pelo DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos - em São Paulo para verificar os preços e as variações de 13 produtos básicos de alimentação.  

O objetivo da pesquisa é identificar a variação dos preços dos produtos que compõe a Cesta Básica Alimentar nos municípios do Litoral Norte do estado de São Paulo e possibilita, também, comparar com a variação dos preços de outras regiões do país. A coleta de preços é feita mensalmente em 12 supermercados, 3 em cada um dos municípios.

Tabela 1 – Variação e preço da Cesta Básica Alimentar

Localidades

Dezembro

2021

Janeiro

2022

Variação %

Dezembro

Variação %

Janeiro

Caraguatatuba

R$ 639,43

R$ 647,65

+ 1,74%

+ 1,29%

Ilhabela

R$ 649,13

R$ 661,55

+ 2,66%

+ 1,91%

São Sebastião

R$ 653,61

R$ 662,21

+ 1,52%

+ 1,32%

Ubatuba

R$ 639,29

R$ 652,03

+ 2,78%

+ 1,99%

Litoral Norte

R$ 645,36

R$ 655,86

+ 2,17%

+ 1,63%

 

O preço da cesta básica mais elevado foi registrado no município São Sebastião R$ 662,21 e o menor preço em Caraguatatuba R$ 647,65. A diferença entre a cidade que tem a cesta básica mais cara (São Sebastião) em relação a mais barata (Caraguatatuba) foi de 2,25%.

 

Em janeiro, 12 dos 13 produtos que compõe a cesta apresentaram alta nos preços e um apresentou recuo na comparação com o mês de dezembro.  Os produtos que apresentaram maiores altas no mês de dezembro foram:  café (+7,23%), tomate (+6,74%) e açúcar (+ 3,23%). O único produto que apresentou redução foi o óleo de soja (-1,03%).

Variação em percentual nos preços dos produtos que compõem a Cesta nos últimos dois meses

Produtos

dezembro 2021

janeiro 2022

Carnes*

+ 2,30%

+ 0,03%

Leite

- 3,48%

+ 2,36%

Feijão

- 2,00%

+ 3,13%

Arroz

- 2,56%

+ 0,41%

Farinha de Trigo

- 0,19%

+ 1,75%

Batata

- 1,48%

+ 0,78%

Tomate

+ 0,77%

+ 6,74%

Pão Francês

+ 1,20%

+ 0,47%

Café

+ 1,64%

+ 7,23%

Banana**

+ 15,27%

+ 1,82%

Açúcar

- 0,94%

+ 3,23%

Óleo

+ 4,28%

- 1,03%

Manteiga

+ 0,05%

+ 1,01%

Média ponderado da variação

+ 2,17%

+ 1,63%

* Carnes: coxão mole, coxão duro e patinho    ** bananas prata e nanica

Em janeiro todos os produtos apresentaram variações inferiores a 8%, ou seja, segue a tendência de alta já registrada no mês anterior, mas sem grandes variações típicas de um processo de desabastecimento. Os produtos como café e açúcar têm apresentado altas consecutivas a partir do início do segundo semestre de 2021, consequência da redução da oferta dos produtos com a queda na produção, e em especial, o açúcar com a maior utilização da cana para a produção de combustíveis. O tomate é um produto muito sensível às questões climáticas, as fortes chuvas e várias regiões no país dificultou a colheita, reduzindo a oferta. Em relação ao óleo de soja, o preço do produto continua em alta, mas com a chegada de um nova safra de soja poderá ocorrer maior estabilização nos preços do produto.

Variaão de 12 meses

 A variação nos preços dos produtos da cesta básica nos últimos 12 meses exclui fatores sazonais como a alta e a baixa temporada, características dos municípios litorâneos ou variações decorrentes dos períodos do ano como safra e entressafra, típicas dos produtos agropecuários.

A comparação anual aponta o aumento de preços da cesta básica no mês de dezembro de 2021 em comparação a dezembro de 2020. O preço da cesta básica aumentou nos quatro municípios do Litoral Norte, em Caraguatatuba (+14,8%), Ilhabela (+12,12%), São Sebastião (+12,44%) e Ubatuba (+14,23%). Nos últimos 12 meses os preços da cesta apresentaram variação de +13,32%, resultado superior a prévia da inflação nacional nos últimos 12 meses de +10,20% (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15).

O preço dos alimentos continua extremamente alto, o que tem dificultado o acesso a alimentação básica da população. Nos últimos 12 meses a variação no preço da cesta do Litoral teve uma alta de 13,32%. Conforme a pesquisa PNAD/IBGE publicada na última semana de janeiro de 2022, a renda do trabalho dos brasileiros teve redução de 11,4% na comparação do 4º trimestre de 2021 com o mesmo período de 2020.

A Tabela 4 aponta o preço médio e a variação dos 13 produtos que compõe a cesta básica alimentar nos últimos 12 meses. Nesse período 9 dos itens apresentaram alta, um ficou estável e 4 apresentaram reduções. As maiores variações foram os preços do café (+ 91,35%), do açúcar (+ 47,30%) e do tomate (+ 27,26%). Os aumentos no preço do café e do açúcar são consequência da queda da produção nacional com os problemas climáticos (seca em são Paulo e geadas em Minas Gerais), acompanhados pelo aumento da demanda internacional com a redução dos estoques disponíveis. A alta no preço dos combustíveis provocou o aumento da utilização da cana para a produção do etanol o que reduziu a produção de açúcar contribuindo para a alta do preço do produto. O aumento no preço do tomate é consequência do aumento nos custos de produção e redução da produção devido a problemas climáticas.

Foram identificados em 2021 a redução nos preços da batata (-20,42%), feijão (-4,50%) e arroz (-4,39%). Esse resultado é consequência de uma maior oferta no mercado interno desses produtos. Cabe destacar que o arroz, o feijão e a batata estiveram entre os grandes vilões da cesta básica em 2020, ou seja, os preços de 2021 estão sendo comparados com um período de expressiva elevação no ano anterior.

Preços dos 13 produtos que compõem a cesta básica, em reais, nos últimos 12 meses em reais e variação de dezembro 2020 a dezembro de 2021

Produtos

Uni.

 

Janeiro 2021

R$

Janeiro 2022

R$

Variação jan21/jan22

Carne Bovina 

kg

37,97

41,54

+ 9,40%

Leite

litro

4,18

4,30

+ 2,87%

Feijão

kg

7,33

7,00

- 4,50%

Arroz

kg

5,01

4,79

- 4,39%

Farinha Trigo

kg

4,53

4,45

- 1,77%

Batata

kg

6,22

4,95

- 20,42%

Tomate

kg

6,31

8,03

+ 27,26%

Pão Francês

kg

10,20

11,81

+ 15,78%

Café

500g

9,60

18,37

+ 91,35%

Banana (nanica e prata)

kg

5,27

6,02

+ 14,23%

Açúcar

kg

2,96

4,36

+ 47,30%

Óleo

900ml

7,31

8,43

+ 15,32%

Manteiga

200g

8,61

10,38

+ 20,56%

 

Preço da Cesta Básica nos últimos 12 meses

Meses

Caraguatatuba

Ilhabela

São Sebastião

Ubatuba

Média Litoral

Jan/21

R$ 565,24

R$ 590,03

R$ 588,97

R$ 570,81

R$ 578,76

Fev/21

R$ 558,24

R$ 585,44

R$ 582,45

R$ 558,62

R$ 571,19

Mar/21

R$ 560,20

R$ 590,08

R$ 589,99

R$ 560,55

R$ 575,20

Abr/21

R$ 584,06

R$ 605,09

R$ 607,29

R$ 570,36

R$ 591,70

Mai/21

R$ 583,15

R$ 608,49

R$ 612,92

R$ 573,09

R$ 594,42

Jun/21

R$ 570,37

R$ 600,54

R$ 606,94

R$ 572,38

R$ 587,55

Jul/21

R$ 580,59

R$ 602,82

R$ 612,08

R$ 585,02

R$ 595,13

Ago/21

R$ 591,62

R$ 611,03

R$ 614,68

R$ 595,06

R$ 603,10

Set/21

R$ 607,68

R$ 620,10

R$ 634,72

R$ 613,52

R$ 619,01

Out/21

R$ 628,75

R$ 639,73

R$ 653,76

R$ 626,63

R$ 637,22

Nov/21

R$ 628,51

R$ 636,42

R$ 643,83

R$ 621,99

R$ 631,66

Dez/21

R$ 639,43

R$ 649,13

R$ 653,61

R$ 639,29

R$ 645,36

Jan/22

R$ 647,65

R$ 661,55

R$ 662,21

R$ 652,03

R$ 655,86

Equipe Técnica

Professores Modulo/FASS

Alunos participantes da pesquisa Módulo/FASS

Dr. Edson Trajano Vieira

Msc. Keissiene Tcharla Bragantin Pereira

Dr. Moacir José dos Santos

Igor Pereira de Brito – Administração

Karen Cristina Pereira de Souza – Administração

Muriel Fernandes Leonel - Administração

Victor Bezerra Zancarli – Administração

 

 



Últimas Notícias