PMI

Cidades do Litoral Norte iniciam vacinação de 5 a 11 anos em crianças com comorbidades, deficiências, indígenas e quilombolas



Postado em: 18/01/2022


O Litoral Norte inicia a vacinação na faixa etária de 5 a 11 anos para crianças com comorbidades, deficiências, aos indígenas e quilombolas. Ilhabela foi a primeira cidade a começar a aplicar a vacina região já na segunda-feira (17/1). Em Caraguatatuba, a vacinação para este público começa nesta terça-feira (18/1) e em São Sebastião na sexta-feira (21/1). 

Na Ilha, a vacinação é realizada no Salão Social do PEII da Barra Velha. “Muito feliz de dar início à esta nova etapa da campanha de vacinação contra a Covid-19. Um grande passo para vacinar a todos”, comemorou o prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci. O Posto de Vacinação Infantil funciona das 9h às 17h.

A Prefeitura de Ilhabela ressaltou que é importante fazer o pré-cadastro para vacinação das crianças no site do governo paulista (www.vacinaja.sp.gov.br). Basta inserir os dados da criança para agilizar o atendimento nos postos de vacinação. No dia da vacinação, os pais ou responsáveis devem levar o Cartão SUS e o CPF da criança. A vacinação de crianças sem comorbidades será realizada tão logo sejam disponibilizadas as doses pelo Governo Estadual.

Caraguatatuba

Crianças de 5 a 11 anos, com comorbidades e com deficiência começam a ser vacinadas contra a Covid-19 a partir desta terça-feira (18), em Caraguatatuba. Inicialmente, para a imunização desse público-alvo, a cidade recebeu do governo estadual 640 doses pediátricas da vacina Pfizer.

A vacinação será por meio de agendamento do aplicativo ‘Caraguatatuba 156’, começando às 8h e sendo encerrada às 15h. O horário será informado pelo aplicativo. Somente nesta terça (18) são esperadas 275 crianças nos postos de vacinação.

A Secretaria de Saúde montou três postos de vacinação para atender as crianças. São eles: UBS José Maurício Borges – Perequê Mirim, Centro de Especialidades Médicas (CEM) – Centro e EMEF Prof.ª Antonia Antunes Arouca – Massaguaçu.

Atenção, pais e responsáveis. No dia da vacinação, a carteirinha de vacinas (de rotina) deverá ser apresentada. A Secretaria de Estado da Saúde e o Ministério da Saúde contraindicam a aplicação da vacina contra Covid-19, caso a criança tenha recebido outro tipo de vacina dentro dos últimos 15 dias.

A Secretaria de Saúde ressalta que as comorbidades apontadas pelo Ministério da Saúde que dão direito à vacinação, são:

-Insuficiência cardíaca, cor-pulmonale e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndrome coronarianas, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doença da aorta, dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas no adulto, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, talassemia, síndrome de down;

- Diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial estágio 3, hipertensão estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos), anemia falciforme, obesidade mórbida, cirrose hepática e HIV;

No dia da vacinação o responsável deverá comprovar a comorbidade da condição de risco por meio de receitas, exames, relatório médico e prescrição médica. Caso haja dúvidas quanto ao preenchimento do cadastro, a população poderá solicitar ajuda do ‘156’, através do portal e do aplicativo.

São Sebastião

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, anunciou, na tarde de segunda-feira (17/1), que o início da vacinação contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos, será na próxima sexta-feira (21/1). A vacinação contemplará inicialmente as crianças com comorbidades, deficiências e indígenas.

A imunização será realizada em três polos de vacinação. São as seguintes unidades escolares: E.M. Cynthia Cliquet Luciano, na Costa Norte; E.M. Professor José Machado Rosa (foto), no Centro; e E.M. Antônio Luiz Monteiro, em Boiçucanga, na Costa Sul. A vacinação será realizada das 9h às 15h.

Será necessário comprovar as comorbidades por meio de exames, receitas, relatórios médicos e prescrição médica. As crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis.

Ubatuba

Em Ubatuba, a vacinação contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos começou nesta terça-feira (18/1), voltada inicialmente para aquelas das comunidades indígenas e quilombolas já cadastradas pelas equipes de saúde, bem como para pessoas com deficiência (PCD) e crianças com comorbidades graves, mediante apresentação de laudo médico atualizado.

Para as demais crianças, é necessário aguardar o avanço da vacinação e novas orientações. Pais ou responsáveis pelas crianças já podem realizar o pré-cadastro pelo site: www.vacinaja.sp.gov.br. O registro não é obrigatório, mas pretende evitar filas e aglomerações no momento da vacinação.

Nesta terça-feira, a vacinação foi realizada somente na Escola Municipal Agostinho Alves da Silva, no horário das 8h às 12h, no bairro Lagoinha.

Confira como fica o calendário de vacinação de crianças de 5 a 11 anos nesta semana em Ubatuba:

Quarta-feira, 19
9h às 15h: unidades de saúde Cícero Gomes (Centro) e Ipiranguinha

Quinta-feira, 20
8h às 12h: Escola Municipal Agostinho Alves da Silva, na Lagoinha
9h às 15h: unidades de saúde Cícero Gomes (Centro) e Ipiranguinha

Sexta-feira, 21
8h às 12h: unidade de saúde Perequê-Mirim
 



Últimas Notícias