PMU

Ubatuba registra dois deslizamentos de terra e segue em estado de atenção; abastecimento de água é afetado



Postado em: 07/01/2022


Ubatuba continua em estado de atenção após às chuvas da tarde de quinta-feira (6/1).  Os locais que apresentaram maior alta nos índices pluviométricos foram as regiões norte e oeste – ambas registraram precipitação de 55 a 80 mm em seis horas de chuva – o que, somados aos índices dos dias anteriores, ultrapassaram o limite de 100 mm em 72 horas. Dois deslizamentos de terra foram registrados. Não houve feridos.

Segundo a prefeitura, no bairro da Figueira, que fica localizado no Pé da Serra da Rodovia Oswaldo Cruz, por exemplo, o registro foi de 106 mm nessas mesmas seis horas. A quantidade de chuva afeta diretamente os rios.

O Rio Grande, por exemplo, apresenta 1 metro em sua normalidade. Na madrugada desta sexta-feira (7/1), o nível já havia subido para 2m75, com iminência de transbordamento no bairro do Mato Dentro.

Por isso, a população deve ficar atenta, pois além do solo encharcado facilitar as ocorrências de deslizamento de massa, o alto volume d'água combinado com a cheia da maré, pode ocasionar alagamentos. Nessas situações, a recomendação é não atravessar as áreas atingidas e nunca enfrentar enxurradas. Também é indicado pela Defesa Civil que, caso a situação comece a se agravar, os moradores das áreas de risco preservem suas vidas, procurando se abrigar em casas de parentes até que a situação volte ao normal.

Em caso de situações como essa, acionar ajuda pelo telefone 199. Também é possível entrar em contato com a Defesa Civil pelos telefones 3832-6604 ou 3833-7270. Além dessas opções, também é possível acessar a Defesa Civil pela página no Facebook e pelo endereço eletrônico defesacivil@ubatuba.sp.gov.br.

Não houve registro de ocorrência grave. Somente uma queda de barreira na estrada da Fortaleza que obstruiu metade da pista – que foi totalmente liberada na manhã desta sexta-feira. Também nesta manhã, houve deslizamento de massa na estrada da Casanga. O local segue com meia pista interditada até a desobstrução por meio de máquinas, que já foi solicitada à secretaria de Infraestrutura Pública.

Abastecimento de água

A Sabesp informou que o abastecimento de água foi afetado pelas chuvas. O tratamento de água na ETA (Estação de Tratamento de Água) Carolina foi interrompido devido à grande quantidade de areia, terra, pedras, galhos e lama que bloquearam as captações de água - o que afeta o transporte e a qualidade da água que chega à estação de tratamento.

A ETA Carolina é responsável pelo abastecimento da região central, incluindo os bairros Carolina, Marafunda, Itaguá, Perequê-Açú, Ipiranguinha, Sumidouro, Taquaral, Horto Florestal, Silop, Estufa I, Estufa II, Samambaia, Praia Grande, Toninhas, Enseada, Tenório, Perequê-Mirim e Lázaro.
Nesse momento equipes trabalham para a desobstrução das captações Rio Grande e Macacos e a produção, tratamento e distribuição de água se normalizarão de forma gradativa ao longo desta sexta-feira. A Sabesp pede a colaboração de toda a população quanto ao uso consciente da água e ressalta que imóveis sem reservatório próprio podem sofrer desabastecimento.

Casos de emergência devem ser comunicados na Central de Atendimento que funciona 24 horas pelo telefone 0800 055 195. A ligação é gratuita.



Últimas Notícias