Caraguá tem Réveillon violento na Martim de Sá com assalto, correria, um morto e sete baleados



Postado em: 01/01/2022


A noite de Réveillon na mais badalada praia de Caraguatatuba, a Martim de Sá, foi marcada pela violência. Sete pessoas foram baleadas e uma morreu após disparo de arma de fogo. Foram pelo menos dois assaltos  registrados na orla. Os casos serão investigados pela Polícia Civil. 

Em um dos casos, um jovem de 22 anos e uma amiga estavam na orla quando foram assaltados, sendo o rapaz baleado na barriga. Os feridos foram levados por equipes de resgate ao Hospital Stella Maris.

Já em outra ocorrência, um policial militar aposentado que estava com a família na praia foi baleado numa tentativa de assalto. O ladrão levou uma corrente de ouro.

Próximo ao local dos fatos, na mesma praia, por volta das 1h20min, a equipe da PM que estava em um ponto de estacionamento pela Avenida Doutor Audino Schiavo com a Rua Fernão Dias Paes Leme foi informada pelo Copom sobre várias ocorrências com disparo de arma de fogo e pessoas baleadas. 

Após dispersão e liberação da via, realizada pelo Comando de Força Patrulha e pela Força Tática, a equipe conseguiu chegar ao local dos fatos, junto com o Comando de Grupo Operações, ocasião em que os policiais visualizaram um homem caído na areia, já sem vida, não havendo testemunhas nem familiares no local. A viatura do Samu constatou o óbito e o local foi imediatamente isolado e preservado.

A perícia foi acionada e, após o término dos trabalhos, os policiais foram informados que havia uma perfuração na região da nuca e outra de provável saída de projétil na bochecha.

Hospital Stella Maris

Às 10h30 deste sábado (1/1), a Casa de Saúde Stella Maris informou em nota que recebeu, na madrugada do dia 1º de janeiro, sete pessoas baleadas do sexo masculino. Uma dessas pessoas, o coronel reformado da PM, que passou por cirurgia e está estável.

Durante a tarde de sábado, às 16h, o hospital emitiu um novo boletim. Em relação aos pacientes: três estão estáveis e permanecem internados; um está na UTI em estado grave; um no setor de emergência; e ainda passou por cirurgia e está estável.  
 
 
 
 

 

 



Últimas Notícias