PMSS

Centro de Reabilitação oferece tratamento fisioterapêutico às mulheres que passam por mastectomia em São Sebastião



Postado em: 11/10/2021


A Secretaria de Saúde (Sesau) e a Fundação de Saúde Pública (FSPSS) oferecem tratamento fisioterapêutico às mulheres que passaram por mastectomia, a cirurgia de remoção completa da mama e um dos tratamentos cirúrgicos para o câncer nessa região. Os procedimentos acontecem no Centro de Reabilitação, tanto na unidade da Topolândia quanto na unidade de Boiçucanga.

A fisioterapia em casos de câncer de mama é indicada tanto no pré-operatório quanto no pós-operatório precoce e pós-operatório tardio. Os profissionais fazem a identificação de alterações funcionais como amplitudes de movimento, força muscular ou função do membro afetado; e observam casos alérgicos, alterações posturais e o aparecimento de complicações como o linfedema.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o linfedema é uma alteração do processo de drenagem da circulação linfática, levando a uma estagnação local e, por sua vez, a um inchaço no braço do mesmo lado da cirurgia. Faz parte das queixas da reabilitação pós mastectomia no Centro de Reabilitação. Ocorre porque, na maioria dos casos, os linfonodos que ficam próximos às axilas e que auxiliam na drenagem do líquido intersticial daquela região são retirados.

Tal complicação gera alterações físicas, funcionais, psicológicas e sociais. Pode-se apresentar de imediato ou anos após a mastectomia. Por isso, os cuidados nos pós operatórios são tão importantes. Atualmente, há 16 mulheres em tratamento na unidade da Topolândia e três pacientes em atendimento na unidade de Boiçucanga.

As fisioterapeutas do Centro de Reabilitação explicam que, a princípio, o mais importante é conhecer os sinais e sintomas do linfedema e diagnosticá-lo precocemente, a fim de iniciar o tratamento imediatamente. É possível que a área inchada se torne quente, avermelhada e enrijecida. Se o linfedema não for tratado, o movimento e o uso da parte do corpo afetada podem ser limitados e existem riscos de infecção e problemas na pele.

Câncer de mama

O câncer de mama é o 2º tipo mais comum no mundo e o mais frequente entre as mulheres. Segundo dados do INCA, o esse tipo de câncer ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no país.

Dentre os fatores de risco, a idade é considerada a mais importante. Sua incidência aumenta rapidamente até os 50 anos e decresce após essa faixa etária. Os demais fatores de risco incluem fatores reprodutivos, hormonais, obesidade, sedentarismo e consumo de álcool.

Quando identificado em estágios iniciais, o câncer de mama apresenta diagnóstico mais favorável e elevado percentual de cura. Para que isso se torne realidade, faz-se necessário que a mulher observe as alterações de sua mama realizando seu autoexame de rotina e realize os exames preventivos disponíveis na rede de atenção básica à saúde.

Serviço

Centro de Reabilitação

Unidade Topolândia - Endereço: Rua Antônio Pereira da Silva, 280, Topolândia. Telefone: (012) 3891-4909

Unidade Boiçucanga - Endereço: Avenida Walkir Vergani, 878, Boiçucanga. Telefone: 3865-8061



Últimas Notícias