Divulgação

Coral Municipal "Maestro Sinésio Pinheiro" vence a fase regional do Mapa Cultural Paulista



Postado em: 00/00/0000


O Coral Municipal "Maestro Sinésio Pinheiro" venceu a fase regional do Mapa Cultural Paulista da modalidade Canto & Coral, realizada no sábado (14), em Guaratinguetá, representando São Sebastião com apoio da Secretaria de Cultura e Turismo do município.

O Coral Municipal concorreu com o Coral Cênico Jovem de Aparecida, chamado "Apparecendo", no auditório do Espaço Vivart, Centro Cultural de Guaratinguetá.  Regido e dirigido por Selma Boragian, o coral apresentou duas canções, "Sonora Garoa" e "Yes, God Is Real", e, após a vitória, segue agora para a fase estadual do mapa que acontece em 2016 na Capital paulista.

Os grupos selecionados no Estado gravarão uma faixa cada num CD que registrará os participantes, sendo esta a segunda vez consecutiva que o "Coral Municipal Maestro Sinésio Pinheiro" participa do CD do Mapa Cultural Paulista.

Selma Boragian contou como foi a participação neste festival. "Cantamos 'Sonora Garoa', do Passoca, e "Yes, God Is Real", do repertório negro spiritual, com solo de Beth Rocha, e depois demos uma canja com a popular 'Chiclete com Banana', gravada por Jackson do Pandeiro, com a participação do percussionista do grupo 'Apparecendo'. O clima foi muito amigável e descontraído e ficamos todos muito felizes com o resultado. Inclusive fomos convidados pelo Secretário de Cultura de Guaratinguetá, Flávio Augusto Vieira Gonçalves, para fazermos um show na cidade", resumiu Selma.

A secretária de Cultura e Turismo, Marianita Bueno, elogiou o trabalho desenvolvido pelo coral. "O Coral Municipal vem realizando um belo e importante trabalho em São Sebastião e vencer mais esta fase do Mapa Cultural Paulista é um reconhecimento de todo o esforço e talento deste grupo que merece todo o nosso respeito e admiração".

O Mapa

Criado em 1995 o Mapa Cultural Paulista tem como objetivo fomentar as produções culturais do interior do Estado, revelando valores em segmentos que não teriam acesso aos meios de comunicação e com pouca visibilidade no meio cultural.

Esta é uma das mais importantes políticas culturais do ponto de vista formativo, informativo e de circulação de artistas do Interior.



Últimas Notícias