Arnaldo Klajn/PMSS

Sebastianense é escolhida para carregar tocha olímpica



Postado em: 13/11/2015


A sebastianense Sueli Massucato, de 67 anos, foi escolhida para ser uma das que carregarão a tocha olímpica na próxima edição da competição no Rio de Janeiro, em 2016. Sueli é professora de Educação Física e atualmente atua na área de desenvolvimento de projetos da Secretaria de Esportes da Prefeitura de São Sebastião. Ela foi selecionada para percorrer um trecho de 200 metros com a tocha olímpica.

O Revezamento da Tocha nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos é uma tradição, que consiste na geração e o transporte da Chama Olímpica até a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. O revezamento será realizado entre o dia 1º de maio de 2016, quando a Chama Olímpica chega a Brasília após ser acesa na Grécia, e 5 de agosto, onde termina, acendendo a Pira Olímpica no Maracanã, a critério único e exclusivo do Comitê Organizador Rio 2016.

A professora conta que seu nome foi escolhido após ter participado de um concurso da empresa multinacional fabricante de automóveis japonesa Nissan, que procurava por histórias de brasileiros que pudessem inspirar as futuras gerações. Quatro equipes da Nissan percorreram todas as regiões do Brasil atrás de pessoas com histórias de atrevimento, para conduzir a Tocha dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Homenagem

Ao participar da competição, Sueli contou a história de seu tio, que começou a se aproximar da Educação Física ainda aos 15 anos, quando o curso era ligado ainda ao Ensino Médio, e não existiam faculdades referentes. José Geraldo Massucato, tio da professora Sueli, continuou na área, e quando em 1970 a escola que frequentava passou a pertencer a Universidade de São Paulo (USP) enxergou ali uma oportunidade.

Os anos passaram e seu tio passou de aluno a professor, onde se aposentara aos 70 anos. Porém, Sueli conta que hoje, aos 83 anos, continua a frequentar a universidade como um dos coordenadores do curso de Educação Física.  "Quis fazer uma homenagem a ele, que tanto me inspirou. Estou feliz com esta oportunidade", comentou a professora.

A história do tio da professora Sueli a inspirou e ao arriscar a participar do concurso ganhou uma oportunidade ímpar de ser a única sebastianense a carregar uma tocha olímpica.



Últimas Notícias