Divulgação

Contorno vai facilitar escoamento da produção de indústrias do Vale pelo Porto de São Sebastião



Postado em: 09/09/2015


O "Contorno Sul", a nova ligação entre Caraguatatuba e São Sebastião, favorecerá o escoamento da produção de indústrias instaladas no Vale do Paraíba. O empreendimento, que faz parte de um pacote do Governo do Estado para facilitar o acesso ao Litoral Norte, vai levar mais segurança viária aos moradores e incrementar a economia local, além de facilitar a chegada dos turistas às belas praias da região.

A Construtora Queiroz Galvão S/A é a responsável pela construção dos lotes 3 e 4 do empreendimento Nova Tamoios Contornos. Neste trecho serão construídos três túneis, que somam seis quilômetros, e mais três quilômetros de viadutos e pistas. O Contorno Sul faz parte de uma obra mais complexa que inclui a duplicação da Rodovia dos Tamoios e a construção de uma Nova Serra para facilitar o acesso de caminhões ao Porto de São Sebastião, à medida que agilizará o escoamento da produção das indústrias instaladas no Vale do Paraíba.

Pouco mais de um ano de iniciadas, as obras do contorno já contribuem para o desenvolvimento da região, uma vez que a geração de empregos e a busca por serviços impulsiona a economia regional como um todo. No auge do empreendimento devem ter cerca de 2 mil pessoas trabalhando na obra, sendo até 70% da mão de obra local. Atualmente, são 750 trabalhadores. "Com este volume de pessoas, a tendência é um aumento na movimentação financeira na cidade porque hotéis, imobiliárias e o comércio como um todo recebem esses trabalhadores que consomem na cidade", explica Ricardo Acar, diretor de operações da Queiróz Galvão.

O empreendimento também gera recursos para o município. Somente em arrecadação de ISSQS são em torno de R$ 1 milhão por mês, com previsão de chegar a R$ 2,5 milhões quando a obra atingir seu auge. O Contorno também vai contribuir para com os usuários porque a meta é reduzir o número de mortes, principalmente as ocorridas por atropelamento, nos trechos urbanos da rodovia/avenida que corta os bairros de São Sebastião e Caraguatatuba

A obra

Os lotes 3 e 4 serão constituídos por duas pistas, uma para cada sentido. Cada pista terá duas faixas de rolamento e um acostamento. O empreendimento como um todo tem aproximadamente 33 quilômetros, sendo que os lotes 1 e 2 são de responsabilidade de outra construtora.

A ordem de início foi assinada em junho de 2014 com a DERSA – Desenvolvimento Rodoviário SA. A conclusão está prevista para um prazo de 36 meses e o investimento inicial para os dois lotes é de R$ 818 milhões. Os métodos de construção utilizados nos túneis são o NATM (New Austrian Tunneling Method) para os trechos em solo e o Drill & Blast para os trechos em rocha, que prevê a perfuração e detonação do maciço rochoso.

Preservação ambiental

Uma equipe de aproximadamente 25 pessoas da Queiroz Galvão integra uma Comissão de Saúde, Qualidade, Meio Ambiente e Segurança do Trabalho criada para minimizar os impactos ambientais decorrentes das obras dos contornos. De forma a mitigar os impactos de supressão vegetal, a CETESB determinou áreas de compensação ambiental, nas quais, serão feitas os replantios com espécies nativas da região. Antes destas atividades, são realizados os serviços de resgate da flora e afugentamento e resgate da fauna. O serviço de resgate da flora visa resgatar indivíduos vegetais que são encaminhados para um viveiro de mudas onde são mantidos até a destinação final.

Já o serviço de afugentamento de fauna é feito para resgatar os espécimes antes que a supressão vegetal seja realizada. O serviço de resgate é feito somente em espécimes que não conseguem fugir por conta própria, sendo assim realocados em áreas florestais preservadas no entorno do empreendimento.

Canal com a comunidade

A Queiroz Galvão mantém canal aberto de comunicação com a comunidade no entorno das obras por meio do telefone PABX da empresa (12) 3861.9200, ou pelo e-mail atendimento.contorno@queirozgalvao.com. Também trabalha para levar outras formas de atendimento à população. Recentemente foi implantado o Centro de Atendimento ao Munícipe (CAM), no Morro do Abrigo.



Últimas Notícias