Arquivo Pessoal/Priscila Leal

Pilotos de Ilhabela são convocados para compor equipe brasileira em Supercross nos Estados Unidos



Postado em: 06/07/2018


Apesar da pouca idade, os pilotos de Ilhabela, Luiz Henrique Tapari e Bruno Leal, já fazem história na modalidade. Com bom desempenho em território brasileiro, os pequenos, junto com outros seis pilotos vindos de Caieiras, Caraguatatuba e Mogi das Cruzes, foram oficialmente convocados para compor a equipe brasileira no Thor Winter Olympics 2018 (Olimpíadas de Inverno), a ser realizado entre os dias 19 e 24 de novembro no Gatorback Cycle Park, em Alachua, na Flórida, Estados Unidos.

O convite veio de Wyn Kern, presidente da Confederação Unlimited Sports Mx e organizador do evento, e de forma inédita, até porque, esta é a primeira vez que pilotos paulistas da categoria Infantil integram a equipe brasileira na competição.

Os pilotos estão em fase de preparação, pois irão disputar com outros grandes atletas da categoria. Para tanto, já percorreram a técnica pista de Gatorback Cycle Park, que sedia inúmeros eventos da AMA (Associação Americana de Motociclismo), associação responsável por grande parte das competições mais concorridas da modalidade.

Priscila Leal, mãe de Bruno, falou sobre o orgulho da convocação. “Estamos colhendo todos os frutos que plantamos. Foram muitos dias de dedicação, treinos e inúmeras dificuldades, mas tudo valeu a pena, visto não ter nada mais gratificante que realizar o sonho de um filho”, comentou.

E o lance de proporcionar orgulho, esses pequenos pilotos entendem muito bem. Ambos iniciaram cedo na modalidade com idade, entre dois e três anos, e já contam com inúmeros títulos. Bruno Leal por exemplo foi campeão invicto da Copa Rota K de Motocross, campeão da Dirt Action 65ccA, vice da Copa Minas e Copa São Paulo só no ano passado. Já Luiz Henrique Tapari, sagrou-se campeão paulista de Veloterra nas categorias 50 e 65, vice-campeão do Arena Cross, vice do desafio de verão IMS e quarto colocado no disputado ranking brasileiro também em 2017.

“Me faltam palavras para descrever como estamos felizes em saber que em tão pouco tempo ele realizará um sonho que parecia ser tão distante. É tão lindo ver o brilho nos seus olhos quando comentamos sobre a viagem, sobre a convocação. Só peço que Deus o proteja e a todos os envolvidos”, frisou a mãe de Luiz, Monica Tapari.



Últimas Notícias