Após fim da greve, preço da gasolina sobe e litro é vendido por até R$ 4,999 na região



Postado em: 31/05/2018


Após o encerramento da paralisação dos caminhoneiros do país, o abastecimento começa a ser normalizado, inclusive na região. Contudo, os preços praticados não são os mesmos de antes da greve. A gasolina comum que antes era encontrada a R$ 4,09 não está por menos de R$ 4,59. Em alguns postos da região, a gasolina aditivada chega na casa dos R$ 5, sendo vendida a R$ 4,99.

Mesmo assim, a procura segue intensa por combustíveis e muitos postos ainda não têm os produtos a oferecer. O Radar Litoral percorreu o trecho entre Caraguá-São Sebastião nesta quinta-feira (31/5), feriado de Corpus Christi. Na região central de São Sebastião até o Bairro de São Francisco, os postos já não tinham combustíveis. À noite, o posto Shell no bairro Pontal da Cruz recebeu combustível e a gasolina era vendida a R$ 4,49, segundo o proprietário, o mesmo valor comercializado antes da greve. 

Na Praia das Cigarras, o posto estava apenas com duas bombas em funcionamento, com gasolina comum a R$ 4,59 e a aditivada a R$ 4,999. Em Ilhabela, com a procura intensa durante toda a quarta (30/5) e gasolina a R$ 4,79, nenhum posto da cidade tinha combustível nesta manhã de quinta-feira.

Já na região do Vapapesca/Perequê-Mirim, próximo ao Hipermercado Atacadão, os dois postos de bandeira Ipiranga vendiam a gasolina a R$ 4,59. A situação de desabastecimento ainda afeta outros setores, como os hortifrutigranjeiros, que começam a chegar no LN. O Procon alerta para que os consumidores estejam atentos aos preços e denunciem abusos. 



Últimas Notícias