Fotos: Radar Litoral

Consumidores do Litoral Norte já sofrem com falta de hortifrutigranjeiros


Postado em: 26/05/2018

Além do desabastecimento de combustível, a greve dos caminhoneiros já provoca falta de produtos em supermercados e estabelecimentos da região. O setor de hortifrutigranjeiros é o mais afetado.

Os consumidores já enfrentam dificuldades para encontras frutas, verduras e legumes em diversos estabelecimentos do Litoral Norte. No Supermercado Shibata de São Sebastião, no início da noite de sexta-feira (25), havia poucos produtos. Na manhã de sábado (26), vários produtos já eram encontrados.

Segundo um funcionário, como há produção própria, chegou um carregamento que deve atender a demanda apenas neste sábado. Mesmo assim, não havia produtos como batata e laranja.

Na sexta, Supermercado Shibata tinha falta de hortifrutis

No Supermercado Pão de Açúcar, a situação era parecida, com a falta de vários produtos, especialmente as verduras.

O empresário Maurício Bardusco, proprietário do Supermercado Dia nos bairros Canto do Mar (São Sebastião) e Perequê-Mirim e Travessão (em Caraguatatuba), se manifestou nas redes sociais, pedindo que os consumidores comprem com consciência, somente para atender suas necessidades e, dessa forma, mais pessoas possam ser atendidas.

O proprietário da Stralo Frutas e Legumes, localizada em São Sebastião, Leandro Fernandes de Oliveira, disse que o estabelecimento está fechado desde as 15 horas de sexta-feira (25), por falta de produtos. “Não tenho previsão para abrir. Os produtores estão jogando a mercadoria fora, pois não tem como escoar. Depois que chegar o combustível, ainda vai um tempo para normalizar a situação”.

Segundo ele, seu prejuízo é incalculável, pois tem 10 funcionários que continuam recebendo. “Nós trabalhadores, ficamos muito tristes com essa situação, pois pagamos o preço da corrupção do governo”.

O Radar Litoral entrou em contato com diversos estabelecimentos na região e a situação é a mesma: desabastecimento de hortifrutigranjeiros.

No sábado, vários produtos já eram encontrados no Shibata, mas a previsão é de que acabassem no mesmo dia

 



Últimas Notícias