Rafael Buzi

Greve dos caminhoneiros já causa desabastecimento e filas nos postos de combustíveis no Litoral Norte



Postado em: 23/05/2018


A greve dos caminhoneiros, iniciada na última segunda-feira (21), já causa problemas no abastecimento de combustíveis no Litoral Norte. Há filas em diversos estabelecimentos e os postos consultados pelo Radar Litoral estimam que no decorrer de quinta-feira (24) seus estoques estarão zerados.

Paulo Pirica, proprietário de dois postos em São Sebastião – Shell no Pontal da Cruz e Petrobras no Porto Grande, disse que os dois estabelecimentos com pouco combustível e que o diesel deve ser o primeiro a acabar. “Temos pedido de 65 mil litros de combustível, mas estamos há três dias sem receber”.

Em Caraguatatuba, um funcionário da Rede Asa Delta, afirmou que os combustíveis devem acabar ainda nesta tarde nos três postos do grupo. “Temos o caminhão próprio da empresa, mas está preso na greve”.

Na Rede Marelli, a situação é semelhante. Segundo avaliação de um funcionário, o estoque de combustíveis deve acabar até a manhã desta quinta-feira (24).

Em Ilhabela, segundo funcionários dos postos Ipiranga e Flecha, os combustíveis dos reservatórios estão no fim e devem acabar nas próximas horas. Já os representantes do Posto BR afirmaram que a gasolina e o diesel devem durar até quinta-feira, desde que se mantenha o fluxo normal de vendas.

Em Ubatuba, a previsão é semelhante, com falta de combustíveis a partir desta quinta-feira (24) e algumas problemas pontuais já na quarta.

Em todas as cidades da região já se formam fila nas proximidades dos postos, causando problemas no trânsito nas cidades e na SP-55.

Transporte coletivo

O desabastecimento de combustíveis deve prejudicar também o transporte coletivo na região.

Em São Sebastião, a Ecobus implanta, nesta quinta-feira, a partir das 10 horas, a escala de domingo com reforço nos horários de pico. O transporte de estudantes será feito normalmente até sexta-feira (25), 

Em Ilhabela, o Grupo Fênix informa que, a partir desta quinta-feira vai operar com escala reduzida, para tentar garantir o funcionamento das linhas do transporte público até os próximos dias.

De acordo com a diretoria da empresa, por causa da greve dos caminhoneiros, não haverá diesel suficiente para a operação. Segundo a Expresso Fênix, todos os veículos foram abastecidos, mas caso o fornecimento não seja reestabelecido as linhas deverão funcionar, com operação parcial até sexta-feira. Os estoques de combustível das garagens, embora sejam diariamente abastecidos, não serão suficientes.

A Expresso Fênix já comunicou a prefeitura que por sua vez estuda alternativas para impedir a interrupção do serviço de transporte de passageiros na cidade e irá priorizar os horários de pico, afim de atender os trabalhadores e estudantes.

Em Caraguatatuba, a Secretaria Municipal de Trânsito realizou uma análise técnica visando resguardar o funcionamento regular do transporte coletivo na cidade para que seus usuários não sejam prejudicados.

Até que o abastecimento dos postos volte à normalidade, a Praiamar foi autorizada pelo a funcionar em horários diferenciados durante os horários entre picos: Das 8h50 às 16h30 e a partir das 20 horas.

Desta forma, as linhas 108-Jaraguá, 109-Vapapesca e 302-Tabatinga operarão com horário de sábado. Ressaltando que, nos horários de pico, as linhas operarão com o quadro normal de horário. As demais linhas não sofrerão alteração.

Em Ubatuba, a Verde Bus informa que os ônibus que fazem o transporte coletivo nas linhas de Ubatuba passam a circular a partir desta quinta-feira, com a frota contingenciada, equivalente aos horários de domingos e feriados. A medida tem caráter emergencial e visa garantir a continuidade dos serviços de transportes urbana.

A Verde Bus informou que está monitorando as operações e buscando soluções para garantir que os serviços não sofram descontinuidade nos próximos dias.

Foto da Internauta: Natália Altamirano



Últimas Notícias