Celso Moraes/PMSS

Polícia Militar e COI apresentam detalhes do programa "Vizinhança Solidária" na Praia Deserta



Postado em: 21/05/2018


Dando continuidade ao Programa Vizinhança Solidária em São Sebastião, o diretor do Centro de Operações Integradas (COI), Jean Washington de Oliveira, e o tenente Guedes, da Polícia Militar (PM) se reuniram com um grupo de moradores da Praia Deserta. O objetivo foi passar diretrizes ao grupo e discutir procedimentos de segurança por meio da cartilha do programa.

“Vamos abastecer o grupo através do whatsapp semanalmente com dicas de segurança. A PM também fará visitas às residências que fazem parte do Programa, ouvindo suas criticas, discutindo problemas diários do bairro ou simplesmente estabelecendo uma proximidade com a policia, a prefeitura e a comunidade”, informou. Além da Praia Deserta, o bairro São Francisco, na região central de São Sebastião, também conta com o programa do Governo do Estado que visa evitar crimes, integrar os moradores em uma rede de contatos, eleger tutores entre eles e facilitar a comunicação com a PM.

Esse modelo no município também envolve o COI e a Guarda Civil Municipal (GCM). “Como somos da Prefeitura e temos um projeto similar, fomos convidados a realizar um só projeto em nome da segurança pública”, informou o diretor do COI. A ideia é fazer com que cada vizinho de uma rua, ou quarteirão, faça parte de uma espécie de esquema de monitoramento contra roubos e assaltos. Reunidos em grupos de whatsapp, os participantes integram um cadastro da Polícia e recebem placas, que são afixadas nas fachadas das casas. Na opinião de Oliveira, a medida dá certo porque minimiza pontos de fragilidade e inibe a ação de bandidos.

Oliveira informou ainda que os moradores que têm câmeras, mesmo que de uso doméstico, podem integrá-las com o sistema do COI. “Se mais alguém quiser fazer parte é só entrar em contato. Podemos montar duas células para um mesmo bairro, por exemplo. Basta procurar o COI (199) ou a PM (153) e se voluntariar. A gente marca uma reunião para discutir os problemas com a comunidade, e depois envolve a Prefeitura para a realização de melhorias no bairro também, como poda de árvore, iluminação da rua e alguns outros problemas que possam impactar na segurança do bairro”, explicou. Ainda segundo Oliveira, na Praia Deserta foi instalada uma câmera do COI e já foram identificados problemas que exigem melhorias.

 



Últimas Notícias