Gustave Gama/Radar Litoral

Com 6 mil pessoas, abertura do Arena Cross 2018 vê show de piloto português em Caraguá



Postado em: 20/05/2018


Com 6 mil pessoas nas arquibancadas, a abertura do Arena Cross 2018, na noite de sábado (19/5), na pista montada no estacionamento do Serramar Shopping, em Caraguatatuba, teve o show do piloto português Paulo Alberto que, com a moto número 211, venceu todas as disputas. Ele ganhou as duas baterias da MX Pró e também o duelo 1x1 contra o bi-campeão Jean Ramos (#1)

As corridas começaram às 20h e tiveram transmissão ao vivo pelo canal Bandsports e na página Arena Cross Brasil no Facebook e da cobertura do Radar Litoral. O prefeito Aguilar Junior, acompanhado do presidente da Câmara, Tato Aguilar, participou da solenida de abertura, com o hino nacional ao som do cantor Daniel. 

Como a somatória de todas as disputas da noite, Paulo Alberto #211 saiu como grande vitorioso da abertura da temporada 2018 da competição. A segunda colocação ficou com o brasileiro Jean Ramos #01, seguido pelo venezuelano, Humberto Martin #101. Na quarta colocação apareceu o brasileiro Hector Assunção #30 (Honda Racing) e Jetro Salazar #20 (Honda Racing) completou a lista dos cinco primeiros colocados.

Em grande estilo, como já é sua marca registrada, o Arena Cross Brasil abriu a temporada 2018 da competição com casa completamente lotada na cidade de Caraguatatuba, Aproximadamente 6 mil pessoas lotaram as arquibancadas especialmente montadas no estacionamento do Serramar Shopping. Este ano, o evento completa duas décadas de história no país.

Como sempre acontece, o ponto alto da noite ficou por conta da grande ação social que caminha junto com as disputas nas pistas. Isso porque em todos os eventos do Arena Cross, cada ingresso é trocado por dois quilos de alimentos. Nesta segunda-feira (21/5) o Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba receberá quase 10 toneladas de alimentos, que serão repassados de acordo com os critérios do município.

Para o prefeito, Aguilar Júnior, o retorno da competição ao município coloca a cidade na rota dos grandes eventos esportivos do Brasil. “Nossa cidade tem vocação para o turismo e se sento honrada por receber uma das maiores competições do Brasil com o sucesso que foi o evento de hoje. Além de um verdadeiro show, também somos felicitados com a solidariedade do nosso povo com a doação dos alimentos”, comentou.

Além das provas das categorias 50cc, 65cc e MX PRÓ, quem veio ao evento acompanhou dois outros espetáculos de tirar o chapéu. O primeiro deles, a disputa do Duelo 1x1 Ídolos, que envolveu os dois grandes campeões do motocross nacional, Rafael Ramos e Jorge Negretti. O duelo, equilibrado, acabou com vitória de Negretti, mas o resultado pouco importou perto da emoção sentida pelo público ao ver os dois ídolos do esporte nas pistas novamente.

Duelo 1x1

Mais uma vez a primeira disputa da noite colocou em lados opostos os últimos campeões do Arena Cross Brasil. De um lado, o português da IMS Racing, Paulo Alberto #211 e do outro, o brasileiro da Yamaha/Geração, Jean Ramos #01. Os primeiros pontos da competição ficaram com o lusitano, que foi superior durante todo o percurso das duas voltas do duelo. Vencedor, Alberto faturou os dois pontos e começou a coroar uma etapa bastante especial.

1ª Bateria

Depois de um aperitivo do que seria o seu final de semana, Paulo Alberto #211 (IMS Racing) mais uma vez sobrou em pista durante a primeira bateria da principal categoria da noite. Dono do holeshot da prova, o lusitano não sofreu com nenhuma ameaça durante a prova. A vitória veio tranquila e com mais de oito segundos de vantagem para o brasileiro Jean Ramos #01 (Yamaha/Geração), seguido ainda por Hector Assunção #30 (Honda Racing), que ficou na terceira colocação.

O português voador Paulo Alberto (#211) venceu as duas baterias da MX Pró em Caraguá

2ª Bateria

A confirmação de que o final de semana seria de sucesso europeu veio com a segunda bateria. Novamente soberano, Paulo Alberto #211 (IMS Racing) sequer se sentiu incomodado com seus concorrentes em pista. A prova foi recheada de boas disputas na parte de trás, mas nada que ofuscasse o brilho do piloto português que mais uma vez foi seguido de perto pelo brasileiro Jean Ramos #01 (Yamaha/Geração). A terceira colocação da bateria acabou com o piloto venezuelano, Humberto Martin #101 (Rota K Racing/Kawasaki).

Confira a classificação do campeonato na categoria MX PRÓ

1º Paulo Alberto #211 (IMS Racing) – 42 pontos

2º Jean Ramos #1 (Yamaha/Geração) – 35 pontos

3º Humberto Martin #101 (Rota K Racing/Kawasaki) – 28 pontos

4º Hector Assunção #30 (Honda Racing) – 26 pontos

5º Jetro Salazar #20 (Honda Racing) – 23 pontos

6º Adam Chatfield #407 (RKS Racing) – 21 pontos

7º Thales Vilardi #27 (Subs27 Orange/KTM)– 17 pontos 29.863

8º Caio Lopes #134 (Rota K Racing/Kawasaki) – 16 pontos

9º Lucas Dunka #934 (Honda Racing) – 14 pontos

10º Venicio Voigt #51 (Honda Racing) – 13 pontos

11º Fábio Santos #4 (Yamaha/Geração) – 5 pontos

12º Otávio Chicaroni #513 (Star Racing/Playstation) – 0 pontos

50cc

A disputa mais charmosa do Arena Cross cumpriu com seu papel e retirou suspiros do público presente. Com pequenos talentos nas motos, o show ficou por conta do piloto Francisco Emílio #06 que dominou a bateria e sagrou-se vencedor com certa tranquilidade. Na segunda colocação, chegou o piloto Gustavo Torres #712, seguido de perto pelo pequeno Breno Aguiar #222, que completou a lista com os três primeiros colocados.

O resultado também é o mesmo da classificação da competição na menor categoria do evento. Após anos de domínio do prodígio Rafael Becker, é a primeira vez que a “cinquentinha” tem um novo líder.

Confira a classificação do campeonato na categoria 50cc

1º Francisco Emílio #6 – 20 pontos

2º Gustavo Torres #712 – 17 pontos

3º Breno Aguiar #222 – 15 pontos

4º Luiz Henrique Tapari #158 – 13 pontos

5º Lucas Pereira #717 – 11 pontos

6º Nikolas Tapari #22 – 10 pontos

7º Mateus Oliveira #15 – 09 pontos

8º Denyter Dorfschmitt #19 – 08 pontos

9º Lucas Cabral #95 – 07 pontos

10º Felipe Martine #413 – 06 pontos

11º Caio Tiburcio #94 – 05 pontos

12º João Aquino #05 – 04 pontos

13º Paulo de Petris #84 – 03 pontos

14º Vitor Hugo #02 – 02 pontos

65cc

De volta nas disputas do Arena Cross para a temporada 2018, a categoria que mais revela talentos no motocross trouxe uma grandiosa disputa entre dois pilotos que certamente farão parte de um promissor futuro da modalidade. Garmichel Rodrigues #04 e Rafael Becker #07 travaram um emocionante duelo em boa parte da prova. Becker largou na frente e liderou por algumas voltas, mas viu Garmichel completar uma prova impecável. Sem falhas, o piloto assumiu a ponta e abriu mais de sete segundos de vantagem sobre o seu principal oponente, confirmando sua primeira vitória na competição. A terceira colocação ficou com o piloto Felipe Marques #160, que completou a lista dos melhores da categoria.

Confira a classificação do campeonato na categoria 65cc

1º Garmichel Rodrigues #04 – 20 pontos

2º Rafael Becker #07 – 17 pontos

3º Felipe Marques #160 – 15 pontos

4º Vitor Hugo Borba #28 – 13 pontos

5º Gustavo Rodrigues #55 – 11 pontos

6º Raul Miranda #205 – 10 pontos

7º Felipe Maia #931 – 09 pontos

8º Thais Castro #111 – 08 pontos

9º Bernardo Tibúrcio #03 – 07 pontos

10º Ana Letícia #113 – 06 pontos

11º Bruno Leal #317 – 05 pontos

Não classificados:

João Torres #711

Eduardo Araújo #77

Arena Cross 2018:

Patrocínio: Monster Energy e Honda.

Co-patrocínio: IMS Racewear, Motul, Two Strokes e LivPlay.

Apoio: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, SerraMar Shopping, Two Strokes, Revista Pró Moto, Revista Dirt Action, Moto Channel Brasil, Hotel Pousada Paradise e Ticket3.



Vídeo
Últimas Notícias