Funcionários da obra da Tamoios fazem greve por reajuste salarial; empresa defende negociação e afirma que foi "surpreendida" por paralisação


Postado em: 17/05/2018

Funcionários da empreiteira Queiroz Galvão que trabalham na obra da nova Rodovia dos Tamoios, no trecho da Fazenda Serramar, em Caraguatatuba, iniciaram na manhã de quarta-feira (16/5) uma greve por tempo indeterminado e reivindicam reajuste salarial e manutenção de benefícios. Em nota oficial, a empresa informou que existe negociação em andamento e que foi "surpreendida" pela paralisação. 

O Radar Litoral ouviu representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada, que pede reajuste real de pouco mais de 5% e que benefícios sejam mantidos. A obra foi paralisada no trecho que corta a Fazenda Serramar. Uma fila de ônibus se formou na entrada da fazenda e os trabalhadores participaram de uma assembleia.

Empresa

Em nota, a Construtora Queiroz Galvão Brasil esclarece que se reuniu com representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Infraestrutura (SINTRAPAV-SP) na última segunda-feira, 14 de maio, ocasião em que foi apresentada a contraproposta da empresa às reivindicações salariais feitas pelos colaboradores e um novo encontro foi agendado para 21 de maio, o que demonstra que a Construtora manteve as portas abertas à negociação.

Ainda segundo a empresa, a proposta da empresa consiste nos seguintes itens:manter o valor do vale alimentação atual, correspondente a R$ 390, quatro vezes maior ao definido pela Convenção Coletiva de Trabalho; participação nos Lucros e Resultados no valor mínimo de R$ 2,5 mil; plano de saúde; e reajuste Salarial com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do período, que corresponde a 1,69%; "Nesta quarta-feira, em pleno processo negocial, a empresa foi surpreendida pela paralisação dos trabalhos nas obras de duplicação da Rodovia dos Tamoios, em Caraguatatuba. Por conta da quebra do compromisso firmado em reunião, a construtora tomará as devidas medidas judiciais cabíveis", finaliza a nota. 

Fila de ônibus na entrada da Fazenda Serramar, na manhã de quarta-feira



Últimas Notícias