Suspeito de furtar ar-condicionado da Câmara, Guarda Patrimonial é preso com simulacro em ação que mobilizou PM e GCM em 3 horas de negociação


Postado em: 14/05/2018

Um guarda patrimonial da Prefeitura de São Sebastião foi preso, na tarde desta segunda-feira (14/5), no bairro Pontal da Cruz. Com uma réplica de pistola 45, ele chegou a ameaçar outros funcionários públicos municipais que estiveram em sua casa. Com isso, a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal foram acionadas e a negociação para que ele se entregasse durou cerca de três horas e meia. O guarda patrimonial é suspeito de participar do furto de três equipamentos de ar-condicionado do prédio administrativo da Câmara Municipal, ocorrido no fim de semana.

Viaturas da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal fecharam a Rua 7 de Setembro durante a ação. A cena assustou moradores do bairro Pontal da Cruz. O local fica próximo à Escola Maria Francisca e o desfecho se deu pouco antes do horário de saída dos alunos.

O guarda patrimonial foi levado para a Delegacia de São Sebastião e o simulacro - uma réplica de pistola utilizada em "air soft" - foi apreendido. De acordo com as informações apuradas pela reportagem, o homem de 46 anos teria problemas com dependência química.

A Câmara Municipal registrou boletim de ocorrência sobre o caso de furto dos aparelhos de ar-condicionado. Os equipamentos que estavam no prédio administrativo seriam destinados ao plenário do Legislativo.

Câmeras de segurança teriam registrado imagens da ação. A Polícia Civil investiga o caso.

Policiais militares e guardas civis municipais durante o período de negociação



Últimas Notícias