ICMBio Alcatrazes

Após ser multado seis vezes por pesca no Arquipelago de Alcatrazes, pescador de Bertioga tem barco apreendido



Postado em: 04/05/2018


Uma operação do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e Polícia Ambiental apreendeu, na última quinta-feira (3/5), um barco pesqueiro na cidade de Bertioga em razão de diversas autuações por pesca no Arquipélago de Alcatrazes, em São Sebastião. A pesca é proibida no local, considerado um santuário ecológico. O pescador, da cidade de Bertioga, já havia sido multado seis vezes e, desta vez, teve a embarcação apreendida. 

As multas variaram entre R$ 5 mil e R$ 30 mil. Nas autuações anteriores, o pescador ficou como fiel depositário da embarcação, mas desta vez, numa ação integrada entre ICMBio e Polícia Ambiental, o barco foi apreendido. Em todas as vezes que foi multado, o proprietário do barco estava com outros pescadores, que alugavam para passeios de pesca. 

O ICMbio ressalta que a atividade de pesca é proibida em toda a região do Arquipélago de Alcatrazes. O refúgio de Alcatrazes é gerenciado pelo ICMBio e a unidade visa preservar a biodiversidade, incluindo as espécies insulares, endêmicas, ameaçadas ou migratórias que utilizam a área para alimentação.

Em setembro do ano passado, foi assinada a Portaria de Autorização para visitação em Alcatrazes, além de um acordo de cooperação com a SOS Mata Atlântica. Estas visitas serão monitoradas e realizadas por empresas de turismo que serão cadastradas. 

Mais informações sobre o ICMBio Alcatrazes acesse: https://www.facebook.com/icmbioalcatrazes/

 

 



Últimas Notícias