Em defesa da mulher, "Ronda Maria da Penha" da Polícia Militar completa 1 ano na Ilha


Postado em: 08/03/2018

Nesta quinta-feira (8/3), Dia Internacional da Mulher, a Polícia Militar completa 1 ano da criação da "Ronda Maria da Penha" em Ilhabela. Para coibir a violência contra a mulher na cidade houve uma parceria no  entre a 244ª Subseção da OAB, Poder Judiciário, Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil, Prefeitura e Câmara, criando medidas efetivas previstas em lei, com programas preventivos e repressivos.

A "Ronda Maria da Penha" começou no dia 8 de março de 2017, idealizada pelo 20°BPM/I na cidade de Ilhabela para fiscalizar as medidas protetivas. A  Lei 11.340/2006, mais conhecida como “Lei Maria da Penha”, criou mecanismos para coibir a violência doméstica tanto físicas quanto psicologicas contra a mulher. 

A ação da polícia faz com que as medidas protetivas sejam verdadeiramente respeitadas, fazendo com que a mulher se sinta segura, além de confeccionar relatórios das visitas efetuadas e retransmitir ao Poder Judiciário de Ilhabela. Segundo o Comandante do Pelotão de Ilhabela, 1º Tenente Adriano Alves Diniz, “houve uma considerável diminuição dos casos de violência doméstica no município desde a criação da Ronda Maria da Penha, um dos motivos foi devido ao agressor se sentir fiscalizado, desestimulando a reincidência dos casos, além de soar como um alerta a todos que possivelmente queriam praticar qualquer tipo de agressão contra a mulher em Ilhabela”.

 



Últimas Notícias