Radar Litoral

Após adequação, projeto de ampliação do porto reduz área e não terá intervenção no mangue


Postado em: 01/12/2017

Com o aproveitamento dos estudos anteriores, o projeto de ampliação do Porto de São Sebastião passa por adequação e entre as mudanças está a redução da área de intervenção. Do projeto original, 45% da ampliação é mantida. O Radar Litoral entrevistou o novo diretor presidente da Companhia Docas de São Sebastião, Marcelo Faria Rodrigues, que falou sobre as principais mudanças.

Na sede administrativa localizada na Rua da Praia, no Centro de São Sebastião, ele mostrou à reportagem do Radar Litoral a imagem (veja foto abaixo) da área de abrangência da nova proposta de ampliação. Pelo projeto, o porto avança 400 metros para frente.

Na proposta anterior, a ampliação era de 635 mil metros quadrados, sendo que pelo novo projeto são 283 mil metros quadrados. Sobre o “Mangue do Araçá”, localizado ao lado da zona portuária, no bairro Varadouro, o novo diretor presidente da Companhia Docas diz que não há qualquer intervenção prevista, ou seja, a obra não avança sobre o mangue. “O porto segue o alinhamento da área já existente”, enfatizou o novo diretor. “Claramente atendemos a demanda da sociedade civil e acadêmica no Mangue do Araçá”, completa Luís Filipe Rodrigues, da Comunicação Socioambiental da Companhia Docas.

Com a ampliação, o cais principal ganharia um novo berço para ampliar de um para cinco navios. Um outro berço de transferência de cargas (granel líquido) está previsto com capacidade de mais quatro navios. Desta forma, o Porto de São Sebastião poderia receber simultaneamente até nove navios.

A previsão é que a obra deste porte irá gerar cerca de 500 empregos diretos durante a execução. Tudo isso ainda depende dos licenciamentos ambientais, já que a licença do projeto anterior foi anulada. Hoje, conforme explicou o presidente da companhia Marcelo Rodrigues, busca-se consenso entre sociedade civil, Ministério Público e órgãos ambientais. “A Companhia Docas tem feito a fase de consultas, com reuniões junto ao Ministério Público, comunidade do Mangue do Araçá e outros órgãos”, informou.

Conheça o novo diretor

Engenheiro civil formado pela Politécnica da USP, Marcelo Faria Rodrigues assumiu a presidência da Companhia Docas no dia 16 de novembro. Ele era coordenador geral da empresa responsável pelo gerenciamento de investimentos do Departamento Hidroviário da Secretaria de Estado dos Transportes. Até então, a Cia. Docas era presidida por Tércio Carvalho.

Marcelo Rodrigues já está morando em São Sebastião e salienta que a companhia está aberta para as discussões. Uma das ações imediatas é incrementar o programa de visitações ao porto. A Companhia Docas fechou sua sede em São Paulo. 

Imagem aérea do Porto de São Sebastião, administrado pela Companhia Docas (Foto: Celso Moraes/PMSS)



Últimas Notícias