Morre trabalhador ferido em acidente na obra do Contorno; segunda vítima segue internada


Postado em: 29/10/2017

O operário João Batista, 25 anos, um dos trabalhadores feridos no grave acidente ocorrido na noite deste sábado (28), durante a escavação do túnel 401 das obras do contorno sul da Rodovia dos Tamoios, na região do Bairro Topolândia, em São Sebastião, faleceu nesta segunda-feira (30/10) no Hospital de Clínicas da cidade. Além dele, outro trabalhador também ficou ferido gravemente e foi transferido ainda no fim de semana para um hospital em Taubaté. 

João Batista era natural do Rio de Janeiro. Familiares e amigos estavam em frente ao hospital de São Sebastião no início desta tarde de segunda-feira e lamentaram a morte do operário. Um companheiro de trabalho disse que estava próximo ao local no momento do acidente e apontou a demora para o socorro das vítimas. "Não havia ambulância na obra do túnel na Topolândia. A ambulância veio do trecho do túnel 302 no Morro do Abrigo", disse o operário ao Radar Litoral. O corpo de João Batista será levado para o Rio de Janeiro.

O deslocamento de uma rocha atingiu os dois homens, que estavam em uma espécie de gaiola, onde trabalhavam.  O outro trabalhador ferido é natural de Pernambuco. O portal Radar Litoral deu a informação em primeira mão em sua fanpage ainda na noite de sábado. De acordo com as primeiras informações, as vítimas foram levadas ao Pronto Socorro Central por ambulâncias da própria empresa. Posteriormente, um dos trabalhadores foi transferido para Taubaté.

Empresa

A Queiroz Galvão informou, por meio de nota, que "lamenta o acidente ocorrido nas obras do túnel 401 da Nova Tamoios Contornos, em São Sebastião. A nota oficial da construtora informa o seguinte: "A Construtora Queiroz Galvão lamenta informar que dois funcionários sofreram graves ferimentos em um acidente ocorrido na tarde do último sábado (28) em um dos túneis em construção das obras da Nova Tamoios Contornos, em São Sebastião. Os funcionários foram imediatamente socorridos pela empresa e levados para hospitais da região. Infelizmente, um deles veio a falecer hoje e o outro segue hospitalizado. Neste momento, a prioridade da empresa é dar suporte médico e também apoio aos familiares dos funcionários. A Construtora Queiroz Galvão reforça que segue todos os procedimentos de segurança exigidos para a sua atividade e que todos os seus colaboradores são treinados. Uma equipe técnica irá avaliar o local para checar a causa do acidente."

A pedra que caiu sobre a gaiola

 

*Matéria atualizada às 13h20 de segunda-feira (30/10)



Últimas Notícias