Exposição fotográfica “Tesouros da Mata Atlântica” traz reflexão sobre a biodiversidade


Postado em: 28/09/2017

A exposição fotográfica “Tesouros da Mata Atlântica” promete fazer moradores e turistas refletirem sobre a importância da preservação da biodiversidade presente em17 estados na costa do litoral brasileiro. Do dia 6 de outubro a 5 de novembro, no Sobradão do Porto, o fotógrafo Tadeu Fischer irá expor ao público 77 imagens em macro fotografia de alguns habitantes da Mata Atlântica.

A realização do evento é fruto de uma parceria entre o fotógrafo, a Prefeitura Municipal e a Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba (FundArt). A escolha dos materiais da exposição focou na sustentabilidade. Na busca da imagem mais impressionante, o fotografo percorreu lugares espetaculares da mata no Estado de São Paulo.

Com um pouco de percepção, nota-se que a interferência do ser humano e sinais de degradação, em decorrência de cortes de árvores, lixo e abando é algo visível nas áreas vegetais. Ubatuba está situada em uma região privilegiada da Mata Atlântica ainda bem preservada, possui uma riqueza natural incalculável e que precisa continuar sendo preservada.

Mata Atlântica

Em 16 anos, a Mata Atlântica foi o único bioma que registrou aumento na área verde em todo o Brasil. Este percentual equivale ao tamanho territorial da Bélgica. Os estados do Rio de Janeiro (18%), São Paulo (13%) e Paraná (11%) são os destaques. Todo este cenário positivo atual é resultado de um serviço essencial: a conservação da área vegetal. Para tanto, o Parque Estadual da Serra do Mar (PESM) contribui para preservar 332 mil hectares em 25 municípios paulistas, incluindo Ubatuba.

Relativo à floresta no cenário nacional, há dados preocupantes que estão na contramão do renascimento da Mata Atlântica. Em 16 anos, mesmo com o aumento nas áreas de preservação, o Brasil perdeu cerca de 190 mil quilômetros quadrados de floresta – o que é igual ao estado do Rio de Janeiro multiplicado por quatro.

A vegetação de mangue ficou 20% menor, atingindo mais o Nordeste. Na maior planície alagado do mundo, o Pantanal reduziu os avanços das pastagens em 13%. Na Amazônia, 170 mil quilômetros quadrados de florestas (o tamanho do Uruguai) desapareceram. No Cerrado, 66 mil quilômetros quadrados de vegetação não existem mais.

Serviço
Tesouros da Mata Atlântica
Data: 6 de outubro a 5 de novembro
Horário: de segunda a sexta-feira das 9h às 12h e das 14h às 17h. Sábado, domingo e feriados das 14h às 22h.
Local: Sobradão do Porto – Praça Anchieta, 38, – Centro – Ubatuba/SP



Últimas Notícias