Divulgação

Ilhabela suspende audiência pública sobre destino do navio oceanográfico W. Besnard


Postado em: 08/08/2017

A Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, suspendeu por prazo indeterminado, a audiência pública para a apresentação das propostas recebidas como destino ao navio oceanográfico W. Besnard, marcada para próxima quinta-feira, 10, na Câmara Municipal da cidade.

O secretário de Meio Ambiente, Mauro de Oliveira, explica o motivo do adiamento. “O cancelamento se embasa na protocolização de pedido pelo Instituto do Mar junto ao CONDEPHAAT, solicitando que a embarcação seja tombada como patrimônio histórico. Alem disso, a proposta de criação do Parque dos Naufrágios, aguarda manifestação das comunidades tradicionais, visto que o projeto diretamente as afetará”, disse.

Durante reunião realizada em março deste ano, foram apresentadas duas propostas para o destino do navio. A primeira voltada ao naufrágio da embarcação, que se tronaria um recife artificial, sendo atrativo turístico para mergulhadores e moradia para a vida marinha. Já na segunda, W. Besnard seria reformado, transformado em museu e ficaria sob a supervisão de uma entidade particular. Nesta proposta também deveriam constar os possíveis locais para instalação do museu.

Histórico

O navio pertencia ao Instituto Oceanográfico da USP. Em 2008 sofreu um incêndio e, desde então, está ancorado no Porto de Santos. No ano passado foi doado para o município de Ilhabela.

Durante os mais de 40 anos em que permaneceu à disposição da USP, navegou por seis vezes para a Antártida; transportou cerca de 50 mil amostras de organismos marinhos; navegou durante 23 anos sem interrupções; possuí 80 diários de bordo; inúmeras pesquisas e muitas histórias.



Últimas Notícias