Radar Litoral

Aguilar Júnior anuncia R$ 90 milhões em obras e apresenta novo projeto do Complexo Turístico Mirante do Camaroeiro


Postado em: 20/04/2017

O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Júnior, lançou um pacote de obras de cerca de R$ 90 milhões, com destaque para o Complexo Turístico do Mirante do Camaroeiro. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (20), durante as comemorações dos 160 anos de Emancipação Político-Administrativa do Município, no Polo Cultural Adaly Passos, onde também concedeu uma entrevista coletiva para fazer um balanço dos 100 dias de governo.

O projeto do "Complexo Turístico do Mirante do Camaroeiro" inclui dois restaurantes, bondinho, arena para eventos, centro de exposições e funicular (vagões em trilhos e cabos) para a subida até o alto do Morro do Camaroeiro, de onde se contempla uma vista das belezas do Litoral Norte, além de estacionamento.

 Uma das atrações do complexo, o bondinho ou teleférico, fará passeio panorâmico entre o Camaroeiro e o Farol instalado no morro da Martim de Sá. 

 Com a intenção de trazer paradas de navios de cruzeiro para a cidade, e também fomentar o turismo náutico no município, Aguilar Junior também anunciou a instalação de uma estrutura para o receptivo no local, que disponibilizará, entre outros equipamentos, píeres para o desembarque de passageiros.

 O investimento previsto para o empreendimento que será executado em três fases, está na ordem de R$ 12 milhões, com verba do DADE e parcerias públicas privadas (PPP), e a implantação estará concluída até o final de 2018. O prefeito destacou que a complexidade da obra e o licenciamento ambiental podem alterar o cronograma ou exigirem adequações ao longo da execução.

O pacote anunciado prevê ainda a construção da segunda fase da EMEF do Jetuba, creche no bairro do Golfinho, creche no Pegorelli, UPA do Massaguaçu, drenagem no Massaguaçu,  da implantação do Parque Municipal e enrocamento da barra do Juqueriquerê, cobertura da Praça de Eventos do Centro (Praça da Cultura), iluminação do caminho do Morro Santo Antônio, construção de praça no Santa Marina e urbanização de praças ao longo da Avenida Miguel Varlez.

Foto/Arte: Cláudio Gomes/PMC

Obras em andamento

Além das novas obras, Aguilar destacou ainda a continuidade daquelas que estão em andamento, como a construção do Asilo no bairro Pontal de Santa Marina, Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jetuba, ampliação da UBS Morro do Algodão, construção de Centro de Educação Infantil (CEI) e EMEI no Perequê Mirim e construção da Creche no Jetuba, além de reforma das unidades escolares.

 E também: construção do Centro de Convivência do Idoso do Jaraguazinho e do Perequê Mirim, construção da Praça da Martim de Sá, correção e contenção no Morro da Prainha, além de pavimentação de 26 ruas  nos bairros Gaivotas, Massaguaçu, Rio do Ouro, Caputera, Morro do Algodão, Golfinhos e Jardim do Sol.

Balanço

O prefeito fez um balanço positivo dos primeiros 100 dias de governo. “Tivemos ações com resultados imediatos e outras que trarão resultados no decorrer da nossa gestão. Há que se destacar que as chuvas de março exigiram esforços de todas as secretarias por pelo menos 15 dias”.

Ele destacou o aumento de seis para 21 escolas de tempo integral, o aumento de 4.500 para 9.000 pontos de iluminação de led e o pedido do Estado para que o Município sedie os Jogos Regionais deste ano. O prefeito citou ainda a dívida de R$ 164 milhões com o Caraguaprev. “Estamos fazendo um projeto para amortização desta dívida”.

Aguilar Júnior afirmou que o grande desafio de sua administração é a limpeza pública. “Estamos com uma licitação para a contratação de uma empresa para executar o serviço. Até junho este problema estará resolvido”.

Ele anunciou que na próxima semana tem uma reunião na CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano) para tratar da construção de 350 casas populares no Município.

Sobre o projeto de anistia de juros e multas de impostos, Aguilar Júnior afirmou que será uma única oportunidade de as pessoas regularizarem seus imóveis e que, pela primeira vez, o parcelamento ocorre em 24 meses.

O prefeito afirmou que tem cobrado muito o secretariado e acredita que a cidade está andando bem. “Os números nos mostram isso”. E mandou um recado para aqueles que torcem para as coisas darem errado: “Prefeito passa e a cidade fica. Caraguatatuba não tem dono e nem sobrenome. É do povo. Se uma administração dá errado, quem sofre é a população”.

Solenidade Cívica

A programação começou com a solenidade cívica de hasteamento dos Pavilhões. O presidente da Câmara, Tato Aguilar, afirmou que a cidade renasceu após a catástrofe que completou 50 anos. “O caraguatatubense é um povo guerreiro e cortês”.

O prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório, falou da forte parceria dos quatro municípios e destacou o trecho do hino de Caraguatatuba, que faz menção a Ilhabela: “desde a sua fundação, Caraguá olha para o mar e se inspira na ilha que se ergue até as nuvens. E nós, de Ilhabela, olhamos de volta para Caraguá e admiramos a história de superação de sua gente”,

Aguilar Júnior afirmou que o momento era de valorizar todos aqueles que ajudaram Caraguatatuba a ser o que é. “Temos a oportunidade de um novo futuro e trabalho muito para cada um dos moradores desta cidade”.

A solenidade contou com as presenças de diversas autoridades civis, militares e eclesiásticas. Após o ato cívico, ocorreu a apresentação de diversas fanfarras de escolas municipais.



Últimas Notícias