Dersa substitui pontes dos atracadouros da travessia em São Sebastião e Ilhabela


Postado em: 30/03/2017

A Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S/A informa que na próxima segunda-feira (03) iniciará as obras de substituição de duas pontes de embarque e desembarque de veículos na Travessia São Sebastião/Ilhabela. Os serviços serão executados em ambas as margens, junto aos atracadouros de São Sebastião e de Ilhabela. A previsão é que todo o trabalho esteja concluído em 12 de abril.

Durante o período de obras, o embarque e desembarque de veículos ocorrerá por apenas uma ponte, mas o serviço não será interrompido. Por essa razão, a Dersa recomenda que os motoristas sejam cautelosos nas manobras e programem suas viagens com antecedência, especialmente nos horários de pico.

A Companhia, por meio de nota, agradece a compreensão dos usuários e informa que eventuais transtornos serão temporários. "Quando concluídas, as novas pontes ampliarão a segurança, conferirão mais agilidade ao embarque e desembarque dos automóveis, além de ampliarem a capacidade de acesso para veículos de carga". As novas estruturas serão produzidas em aço galvanizado, mais resistente à corrosão, e contarão com proteções laterais mais robustas. O investimento do Governo do Estado é de R$ 816 mil.

Ao longo desse semestre, as passarelas de pedestres da travessia São Sebastião/Ilhabela também serão substituídas.

Travessia

A travessia entre São Sebastião e Ilhabela tem sido alvo de muitos críticas pelas constantes filas em dias e finais de semana comuns. Depois de esperas de até seis horas neste último final de semana. o prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório, em sua página na rede social, criticou o que considera como “desserviço” a operação da Dersa, órgão vinculado à Secretaria dos Transportes do Estado. “Dersa, já que não podemos mais confiar, não iremos aceitar o tratamento destinado aos nossos moradores, estudantes, trabalhadores e turistas”.

Já a  Associação Comercial e Empresarial de Ilhabela, mais uma vez, cobrou das autoridades melhorias na travessia por balsas, após filas de espera de cerca de seis horas no último final de semana. Em ofícios assinados pelo presidente Wilson Santos, encaminhados ao prefeito Márcio Tenório e ao presidente da Dersa, Lawrence Casagrande Lourenço, a entidade demonstra preocupação com a situação, que pode causar prejuízos ao turismo.



Últimas Notícias