Ronald Kraag

Mercado Municipal de Ilhabela terá chamamento público com foco em agricultura sustentável e produtos artesanais



Postado em: 21/06/2024


O Mercado Municipal de Ilhabela, inaugurado nesta semana na Barra Velha, terá um chamamento público com foco em agricultura sustentável, produtos artesanais e alimentação saudável. A gestão do mercado ficará a cargo da Secretaria de Comunidades Tradicionais, Pesca e Agricultura. 

Segundo o prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, o Mercado Municipal visa fortalecer a economia local e promover a agricultura sustentável. O objetivo é atender à procura da população por alimentos saudáveis, livres de agrotóxicos e com preços acessíveis. "O Mercado Municipal será um importante passo para fortalecer a economia local, trazendo à mesa produtos frescos e com menor uso de aditivos. Essa é uma oportunidade para o produtor local usufruir diretamente do valor final de seu produto", afirmou o prefeito durante a cerimônia de inauguração.

Entre os presentes na inauguração, o vice-prefeito João Pedro Colucci, secretários municipais e os vereadores Dr. Thiago, Ezequiel Alves e Zé Preto. Segundo a prefeitura, o novo espaço comercializará uma vasta gama de produtos naturais e agrícolas locais, incluindo hortaliças, frutas, flores, geleias, cachaças, licores, pães e farinhas artesanais. 

A unidade leva o nome do saudoso caiçara Benedito Sampaio de Oliveira, o "Seu Lico", que após se aposentar como marítimo, dedicou-se à agricultura familiar e pecuária. Seu Lico cultivava banana, milho, feijão, mandioca e hortaliças, além de criar gado para a produção de leite. Ele deixou um legado de trabalho, honestidade e perseverança, sempre demonstrando amor por sua cidade e seus moradores.

Vitrais

O Mercado Municipal também conta com uma intervenção artística significativa da artista plástica caiçara, Circe Afrodite. Formada pela Escola Panamericana de Artes, Circe tem encantado públicos no Brasil e no exterior com suas obras, que adornam hotéis, restaurantes e residências particulares. Em 2018, ela encontrou uma nova paixão ao criar seu primeiro desenho para vitrais, e desde então, tem se dedicado a essa arte.
Paulo Barbosa, relações institucionais do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (USP), elogiou os vitrais do Mercado Municipal: "Os vitrais do Mercado Municipal são lindos! Plenos de elementos da cultura caiçara, além das cores e luz que autenticam os valores paradisíacos de nossa terrinha. Me remete aos tempos de infância, a colheita do café, da secagem dos grãos no terreiro à moagem no pilão. Da poda da cana de açúcar ao preparo da garapa, do processo de destilação nos engenhos espalhados pela Ilha entre outras memórias"



Últimas Notícias