Atendimento diário das UPAs de Caraguá cresce 50% devido a casos de dengue e gripe; prefeitura reforça efetivo



Postado em: 12/04/2024


Com aumento dos casos de dengue na cidade, a Prefeitura de Caraguatatuba reforçou nesta semana o efetivo de médicos nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) das três regiões da cidade. As UPAs têm registrado aumento de 50% nos atendimentos diários. Em uma semana, de 1º a 7 de abril, as três UPAs ultrapassaram 10 mil atendimentos, sendo 30% referente aos sintomas de dengue. Também há casos de gripe.

Para otimizar o tempo de espera, a UPA Centro, onde registra maior número de pessoas, passa a contar com reforço de dois médicos no plantão e as UPAs Norte e Sul com mais um médico cada uma. Além disso, cada UPA passa a contar com um médico visitador que avalia os pacientes em observação, quanto à evolução dos quadros e acompanhamento do tratamento. O setor de pediatria também recebe reforço.

Com a nova estratégia, a equipe da UPA Centro passa a contar com 11 médicos em regime de plantão e mais cinco na ala de pediatria. A UPA Sul com sete médicos e a UPA Norte com quatro profissionais.

O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, espera que com este reforço, o atendimento seja mais ágil e a população não sofra mais com tempo de espera muito longo. “Importante reforçar que estamos vivendo uma epidemia da doença e mesmo com as unidades cheias, todos os pacientes são atendidos, conforme a classificação de risco de cada paciente, avaliado no setor de triagem. O combate da doença só depende de cada um de nós, fazendo sua parte dentro de casa”, destacou.

Os casos de atendimentos nas UPAS se referem à baixa ou média complexidade. Casos mais graves são encaminhados a Casa de Saúde Stella Maris ou ao Hospital Regional. Até o momento, Caraguatatuba registrou 2.375 casos de dengue.



Últimas Notícias