Contornos da "Nova Tamoios geram mais de 40% das vagas abertas na construção civil em Caraguatatuba e São Sebastião



Postado em: 02/02/2016


De cada dez admissões registradas pela construção civil de Caraguatatuba e São Sebastião no ano passado, quatro foram geradas diretamente pelas obras da Nova Tamoios Contornos. A constatação vem da comparação dos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego, com os dados contabilizados pelas construtoras contratadas pela Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S/A para executar as obras do empreendimento.

Segundo o Caged, de 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano passado, a construção civil foi responsável pela admissão de 3.836 trabalhadores nos dois municípios. Desse total, 1.610 trabalhadores (42%) foram contratados pelas construtoras Serveng Civilsan (lotes 1 e 2) e Queiroz Galvão (lotes 3 e 4) para as obras do empreendimento. Só estas duas empresas absorveram uma média de 134 novos trabalhadores por mês, na região.

As construtoras, que iniciaram 2015 empregando 873 trabalhadores, fecharam o ano com 1.749 postos de trabalho preenchidos. Quando se considera também as posições geradas em outras empresas e voltadas a atender demandas exclusivas dessas construtoras no empreendimento, o número é ainda maior, saltando de 1.250, no início do ano, para 2.656 funcionários, em dezembro, crescimento de 112%.

Estes números ajudam a explicar as razões da região ter fechado 2015 com resultados positivos para os empregos no setor da construção civil. Segundo dados do CAGED, o saldo anual entre admissões e demissões para Caraguatatuba e São Sebastião aumentou em 65 postos de trabalho e demonstra a boa capacidade de grandes obras de infraestrutura para conter efeitos do cenário recessivo sobre os empregos. 

Sobre o empreendimento

A Nova Tamoios Contornos, iniciada em outubro de 2013, terá 33,9 quilômetros de extensão e integra um conjunto de investimentos do Governo do Estado de São Paulo voltados ao desenvolvimento da economia e do turismo do litoral norte paulista. A rodovia criará uma nova alternativa para o acesso a Caraguatatuba e São Sebastião. O tráfego rodoviário, especialmente o de caminhões e as viagens de longa distância, será desviado da área urbana para a nova via perimetral. A rodovia reduzirá acidentes e aumentará a segurança para usuários, pedestres e ciclistas.

A nova rodovia começará a ser liberada ao tráfego em novembro deste ano, no trecho entre Martim de Sá e o novo trevo de interligação com a Serra, localizado próximo ao bairro Pontal Santa Marina, em Caraguatatuba. Os demais trechos têm previsão de entrega para junho de 2017 (novo trevo da Serra até Jaraguá, em São Sebastião) e abril de 2018 (Jaraguá até o Porto de São Sebastião). O investimento do Governo do Estado de São Paulo é de R$ 3,1 bilhões.



Últimas Notícias