Núcleo de Orientação às Vítimas de Violência Doméstica volta a Ilhabela na quinta e sexta



Postado em: 26/11/2023


Ilhabela recebe novamente o Núcleo de Orientação às Vítimas de Violência Doméstica, promovido pelo Governo Estadual em parceria com a Prefeitura, Polícia Civil, OAB, Ministério Público e Poder Judiciário. O programa oferece atendimento especializado e humanizado às mulheres vítimas de violência doméstica.

A base itinerante estará dois locais diferentes. Na quinta (30/11), o atendimento está marcado na E.M. Prefeito Roberto Fazzini, no Green Park, das 10h às 17h. Na sexta (1º/12) será na Praça José Amâncio da Silva, no Morro dos Mineiros, também das 10h às 17h.

Um dos aspectos relevantes desse programa é que a equipe de atendimento do é composta exclusivamente por mulheres. A medida visa proporcionar um ambiente acolhedor e seguro para as vítimas, incentivando-as a denunciarem os casos de violência doméstica.

Para entendermos a relevância do Núcleo de Orientação às Vítimas de Violência Doméstica, é essencial mencionar a Lei Maria da Penha, um marco legal no combate à violência doméstica e familiar contra a mulher no Brasil. Criada em 2006, a lei estabelece medidas de prevenção e enfrentamento da violência doméstica, garantindo direitos e proteção às mulheres.

De acordo com o delegado titular da Polícia Civil em Ilhabela, Caio Fresatto, aproximadamente metade das ocorrências atendidas na cidade estão relacionadas à violência doméstica. Essa estatística alarmante reforça ainda mais a importância de iniciativas como a Delegacia da Mulher Itinerante na cidade.

Muitas vezes, as vítimas têm dificuldades em denunciar o agressor, o que torna necessário a disponibilização de espaços seguros para que possam buscar ajuda, suporte e meios de enfrentar essa situação. Um exemplo recente é a apresentadora Ana Hickman, que corajosamente denunciou seu companheiro após sofrer agressões.



Últimas Notícias