Ilhabela retoma aulas presenciais com 50% dos alunos nas escolas municipais



Postado em: 28/07/2021


O município de Ilhabela retomou, na última terça-feira (27/7), as aulas presenciais do 2º semestre com 50% dos alunos nas escolas municipais. Até sexta-feira (30/7) será um período de readaptação.

Para este novo momento, a secretária de Educação, Lídia Sarmento, explica que este novo ciclo iniciará com mudanças significativas. “Voltaremos com 50% dos alunos em todas escolas do ensino fundamental e para as escolas de ensino infantil, respeitando todos os protocolos de biossegurança, como o uso de máscara, aferimento de temperatura, higienização das mãos com álcool em gel, e o distanciamento, que diminuiu de 1,5m para 1,0m, seguindo as orientações do Governo do Estado (Plano São Paulo). Esse distanciamento foi respeitado nas salas de aulas durante o período de recesso e as salas já foram reorganizadas para atender a capacidade de 50%. Algumas salas de aula que apresentam uma quantidade de alunos extremamente pequena já estão voltando 100%”.

A mudança maior ocorre no ensino infantil que também retornará com 50%, sendo que nas escolas de ensino infantil de período integral o aluno entrará às 8h e sairá às 16h. “Ilhabela foi pioneira no retorno das aulas presenciais ainda em janeiro e segue avançando na retomada das aulas de forma segura, para os alunos e toda a equipe escolar”, declarou o prefeito Toninho Colucci.

Sobre o retorno das creches, a secretária Lídia Sarmento salienta que “as creches ainda não retornarão de forma plena. Nas escolas onde há turmas de maternal II, essas voltarão com a capacidade de 100%, todos os dias, em período integral (das 7h30 às 17h), mas isso será feito de forma gradativa para uma melhor readaptação do aluno. Na próxima semana será de forma plena. Já para as turmas de Primeiros Passos e Maternal I o ensino permanece remoto, com atividades enviadas regularmente pela escola”.

Os alunos do ensino infantil e fundamental que não estejam frequentando presencialmente às aulas por opção da família, por comorbidade ou grupo de risco, permanecerão na modalidade remota. Atualmente há dois sistemas de ensino remoto: um é feito pela própria unidade escolar, onde o aluno recebe material em áudio e/ou vídeo duas vezes por semana (para manter o vínculo com a escola) e o outro, um projeto de ensino remoto diário, organizado por um grupo específico de professores, onde serão passados roteiros de atividades de cada disciplina.



Últimas Notícias