Luís Gava/PMC

Prefeitura de Caraguatatuba retoma agendamento para Programa Municipal de Castração de Cães e Gatos



Postado em: 19/01/2021


A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), retomou o agendamento do Programa Municipal de Castração na última segunda-feira (18). Ao todo, 12 clínicas veterinárias participam do programa e são responsáveis pelo serviço, que é gratuito e auxilia no controle reprodutivo de cães e gatos.

Os interessados devem agendar, somente por telefone, pelo número 3887-6888, o pedido para a cirurgia, de segunda a sexta, das 9h às 16h.

Para participar do programa de castração, a pessoa deve atender os seguintes pré-requisitos: ser morador do município; maior de idade; ter renda de até três salários mínimos. Já o animal precisa ter no mínimo seis meses de idade. Somente cães e gatos serão castrados.

Alguns documentos também serão necessários. Eles precisam ser apresentados no CCZ, após agendamento via telefone: cópias do RG e CPF; comprovante de residência e de renda (três salários mínimos); comprovante de vacinas do animal.

As clínicas autorizadas a prestarem o serviço são: Pet Shop Massaguaçu Ltda.; Paula Lopes Abbade Carvalho – Clínica Veterinária; FJC Lopes; Clínica Veterinária Inoue Ltda.; Espaço Vet Veterinária Eireli; Rodrigo Pedro Gazzi Bromatto – Clínica Veterinária; Au-Ki-Mia Pet Store Ltda.; Care Clínica Veterinária Litoral Norte Ltda.; Dual Vet Clínica Veterinária Ltda.; Biana Karoliny Auer – Clínica Veterinária; Vet Perequê Ltda.; e Vet Caiçara Ltda..

O CCZ também informou que a vacinação antirrábica para cães e gatos bem como a colocação de microchips continuam mediante agendamento prévio. O médico veterinário e coordenador do CCZ, Guilherme Garrido, frisou que “apenas animais microchipados podem receber a vacinação contra raiva”.

“Por conta da pandemia da Covid-19, as pessoas que procurarem o atendimento deverão estar utilizando máscara. A orientação é que venha apenas uma pessoa por vez, portanto não vir acompanhado e preferencialmente não sair com pessoas do grupo de risco”, ressaltou o veterinário.



Últimas Notícias