Cláudio Gomes/Arquivo.PMC

Litoral Norte tem diferentes protocolos de tratamento de pacientes com Covid-19



Postado em: 07/01/2020


Ao dar entrada nas unidades de pronto-atendimento de São Sebastião e Caraguatatuba, as chamadas UPAs, o paciente com a Covid-19 começa a ser tratado com um protocolo que prevê o uso de medicamentos como a hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina. Contudo, se o paciente for transferido para o Hospital Regional do Litoral Norte, que fica em Caraguá, o protocolo é diferente. 

Atualmente, a região tem 259 mortes por Covid-19 e mais de 13 mil casos. O Radar Litoral entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde para obter informações sobre o tratamento utilizado no Hospital Regional.

Em nota, a Secretaria da Saúde informou que “o Hospital Regional do Litoral Norte esclarece que todos os medicamentos prescritos pelos médicos da unidade estão baseados nos protocolos vigentes no SUS e mediante análise médica individualizada. Em SP, os gestores de saúde deliberaram pela não recomendação do uso da cloroquina/hidroxicloroquina em casos leves, moderados ou graves de Covid-19 devido à insuficiência de evidências sobre a eficácia”.

Ainda na nota, a Secretaria da Saúde salienta que “o conteúdo completo pode ser consultado na Deliberação CIB nº 68. O SUS já tem protocolos que preveem o uso desse remédio para tratamento de doenças como artrite reumatoide, lúpus, artrite idiopática juvenil, dermatomiosite, polimiosite e malária. Também não há evidências científicas quanto ao uso de Ivermectina para o coronavírus, conforme alerta divulgado pela Anvisa”.

Até quarta-feira (6/1), a taxa de ocupação na DRS Taubaté – regional de saúde que inclui o Litoral Norte - era de 63,7% de UTI e 42,3% em enfermaria e, portanto, a rede hospitalar segue com plenas condições de assistir casos graves do novo coronavírus. A atualização pode ser conferida diariamente no site:  www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Secretaria de Saúde de Caraguatatuba

Caraguatatuba chegou nesta quinta-feira (7/6) a 4.512 recuperados do novo coronavírus (Covid-19). O número foi divulgado pela equipe do canal de atendimento telefônico (Call Center) da Secretaria Municipal de Saúde, que monitora e acompanha diariamente os pacientes confirmados com a doença.  

Pelo Call Center o paciente é monitorado desde o dia de sua notificação até completarem os 14 dias de sintomas. Esse período poderá ser estendido, caso o paciente permanecer sintomático. O serviço funciona diariamente, inclusive aos feriados, recessos e finais de semana, das 7h às 21h.

Além de pacientes com a Covid-19, pessoas que possuem sintomas compatíveis à doença (síndromes gripais) também são monitoradas pela equipe do canal. Por meio do serviço, os profissionais conseguem ver quais são os receios, sanar as principais dúvidas e explicar quais são os cuidados intradomiciliares que os pacientes devem ter diariamente.

A Prefeitura de Caraguatatuba orienta as pessoas que apresentam qualquer sintoma de síndrome gripal (dor de garganta, tosse, mal estar, dor de cabeça, febre ou falta de ar) a procurarem atendimento já nos primeiros sintomas. Elas devem se dirigir à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – Covid, que está localizada no Jardim Primavera.

As autoridades de saúde destacam a preocupação com a demora em que as pessoas têm de procurar atendimento. Para esses profissionais, muitas pessoas deixam o quadro da doença evoluir e acabam procurando o sistema de saúde em um estágio muito avançado. A orientação é para todos os pacientes, principalmente os idosos, já que eles pertencem ao grupo de risco. No local, os idosos passam por consulta, realizam a tomografia e o teste rápido.

Secretaria de Saúde de São Sebastião

Em São Sebastião é realizado tratamento precoce com hidroxicloroquina, azitromicina e medicamentos complementares, logo que um paciente apresenta sintomas da Covid-19, medida que, segundo a prefeitura, tem reduzido consideravelmente os casos graves e salvado vidas no município. Desde o início de março, a cidade conta com um Comitê de Gestão de Crise, que realiza periodicamente reuniões para tratar apenas de soluções e medidas para o enfrentamento ao coronavírus.

A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Saúde (SESAU), informa que o município registrou até o momento 3.142 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), sendo 130 ativos, nesta quinta-feira (7/1).

A cidade registra 58 óbitos de moradores relacionados à doença, além de cinco óbitos de não-residentes em São Sebastião. Há também oito óbitos em investigação e sete pessoas confirmadas para Covid-19 internadas.

O município contabiliza 123 pessoas em quarentena domiciliar e 2.954 recuperados da doença. Ao todo, 24.148 testes rápidos foram realizados no município (correspondente a 26,7% da população sebastianense).

Os pacientes são atendidos no Pronto Socorro, no Centro, e no Hospital de Clínicas da Costa Sul, em Boiçucanga, unidades de saúde com tratamento para pacientes com a síndrome respiratória. A Secretaria de Saúde informa que está prestando toda assistência necessária aos pacientes e seguindo o Plano Municipal de Contingência para Infecção Humana pela COVID-19, alinhado com os direcionamentos do Ministério da Saúde e com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ubatuba e Ilhabela

A reportagem do Radar Litoral solicitou às prefeitura de Ilhabela e Ubatuba informações sobre os protocolos utilizados e aguarda retorno.

 



Últimas Notícias