Fotos: Divulgação

Trabalho voluntário em escola de Barequeçaba recebe reconhecimento do “Boi Garantido”



Postado em: 29/09/2020


O trabalho desenvolvido pela Escola Municipal de Barequeçaba - EMEI Arco Íris, em parceria com o artista voluntário Marlon Vicente, recebeu o reconhecimento oficial da agremiação “Boi Garantido”, da tradicional festa folclórica do Boi Bumbá de Parintins.

Isso porque, em 2018 o trabalho teve como foco a identidade cultural, onde o tema abordado foi “Um Giro Pelas Festanças Populares Brasileiras”. Dessa forma os alunos trabalharam a cultura das cinco regiões do país, porém com um foco especial na Região Norte e sua tradicional festa do 'Boi Bumbá', que acontece no mês de junho na cidade de Parintins, no Amazonas. As crianças dançaram e cantaram duas músicas do 'Boi Garantido'.

Ao tomarem conhecimento da homenagem, alguns integrantes do Boi Garantido mandaram para as crianças vídeos diretamente de Parintins. Com esse material, os alunos puderam conhecer o apresentador Israel Paulaim, a Porta- Estandarte Edilene Tavares, a Cunhã Poranga Isabelle Nogueira, a Rainha do Folclore Brenda Beltrão, o Amo do Boi Gaspar Medeiros e o Levantador de Toadas Oficial, Sebastião Júnior.

A manifestação representou ao mesmo tempo um agradecimento e um incentivo ao projeto “Dança, Cultura, Disciplina e Lazer”, desenvolvido há sete anos por Marlon.

Este projeto conta com cerca de 200 alunos e tem o objetivo de oferecer às crianças a possibilidade de autoconhecimento, utilizando dança como forma de expressar seu seus sentimentos, incluindo sua relação com o sistema em que está inserido.

As atividades são desenvolvidas durante todo o ano letivo, em horários alternativos e utilizam temas relacionados com o PPP - Projeto Politico Pedagógico da escola. Temas como as aventuras do 'Sítio do Pica-Pau Amarelo', 'A Mata Atlântica é Aqui', 'Rio 2016', 'Um sonho no Fundo do Mar', foram explorados de forma lúdica e criativa.

Marlon Vicente afirmou que o trabalho, realizado ao longo de sete anos, “promove crescimento intelectual em vários níveis, além de promover habilidades, a inclusão e respeito às diversidades culturais do Brasil. E esse reconhecimento é um incentivo para mim e para as crianças”.



Últimas Notícias