Estudante sebastianense ganha bolsa no Programa de Iniciação Científica e Mestrado da Unifesp



Postado em: 10/09/2020


O jovem sebastianense Luís Felipe Fernandes de Pádua Leite foi selecionado pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) para participar do PICME (Programa de Iniciação Científica e Mestrado). O estudante foi selecionado nacionalmente, confirmado dentre as 15 vagas no campus de São José dos Campos. A participação no PICME não é automática sendo selecionados anualmente cerca de 300 novos participantes no Brasil.

Luís Felipe veio de escolas públicas do município de São Sebastião, foi selecionado pelo seu desempenho na OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas  pelo seu currículo lattes (carreira acadêmica). Atualmente, ele cursa o segundo ano de Licenciatura em Matemática no Instituto Federal de São Paulo, em Caraguatatuba, onde foi aprovado em primeiro lugar pelo ENEM.

O programa oferece aos estudantes universitários que se destacaram nas Olimpíadas de Matemática a oportunidade de realizar estudos avançados em Matemática simultaneamente com sua graduação. Os participantes recebem as bolsas por meio de uma parceria com o CNPq (Iniciação Científica) e com a CAPES (Mestrado).

O PICME é coordenado em nível nacional pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada - IMPA e ofertado por Programas de Pós-Graduação em Matemática de diversas universidades espalhadas pelo país.

A Iniciação Científica do PICME é um programa com duração de dois anos, sendo que as bolsas têm vigência de 12 meses e são renovadas de acordo com as condições e o desempenho de cada aluno. 

Através da Iniciação Científica/PICME é possível também se preparar para o Mestrado em Matemática, que pode até mesmo ser realizado simultaneamente com a Graduação. Para se preparar especificamente é possível usufruir mais um ano da bolsa do CNPq. Ao ser aprovado para o nível de Mestrado de qualquer uma das universidades participantes, será garantida a concessão de uma bolsa pela CAPES. 

O estudante

Em 2018, Luís Felipe foi medalhista na 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática do Ensino Médio, que contou com a participação de mais de 18 milhões de alunos de todo o país.

Antes dessa conquista, o jovem obteve vários prêmios, entre eles, Menção Honrosa na OBMEP, Instituto de Matemática Pura e Aplicada - IMPA com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (2015 e 2017), medalhista na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (2015), medalhista em São Sebastião na Tabuada Vanguarda (2013) e campeão de São Sebastião na Tabuada Vanguarda (2014).



Últimas Notícias