Divulgação/PMI

Saúde de Ilhabela define protocolos de segurança com lideranças religiosas



Postado em: 07/07/2020


A equipe da Secretaria de Saúde de Ilhabela, por meio da Atenção Primária à Saúde e o Núcleo de Educação em Saúde, se reuniu com líderes religiosos para definir protocolos de segurança no retorno às atividades com ações de prevenção à Covid-19.

Participaram do encontro 19 representantes das igrejas Católica, Evangélica, Espírita e Afro-brasileira no município.

Pela portaria 003, de 22 de junho, ficaram permitidas, desde 26 junho, as celebrações e cultos religiosos com a presença dos fiéis, conforme as seguintes orientações:

- Bancos e assentos devem ser ocupados por no máximo duas pessoas, exceto quando forem da mesma família;

- Bancos e assentos devem ser intercalados, sendo que os fiéis devem ocupar lugares previstos e demarcados, obedecendo ao distanciamento mínimo de 1,5 m;

- Todos deverão manter as regras de distanciamento e higiene previstas no Decreto Municipal nº 8.116/2020.

- Recomenda-se, quando possível, a ampliação de horários para celebração de missas e cultos;

- Ao término das celebrações os fiéis deverão evitar aglomerações do lado externo dos templos, dirigindo-se imediatamente para suas residências;

- É obrigatório o uso de máscaras durante as celebrações.

“Essas conduções, das parcerias institucionais, têm nos ajudado a prevenir a disseminação e propagação do coronavírus nesses tempos de pandemia”, afirmou o secretário de Saúde, Gustavo Barboni.

Segundo a pedagoga do Núcleo de Educação em Saúde, Lillian Dias, “Muitas igrejas vêm desempenhando ações de prevenção e de reabilitação, por meio de atividades de caráter social, educativo, profissionalizante, de inclusão no mercado de trabalho”.

Para o coordenador da Atenção Básica, Antônio Galante, “A parceria da Saúde e Religião está relacionada com efeitos benéficos para pessoas que estão em recuperação de doenças físicas e mentais, e a importância da religião tem sua relevância no suporte de promoção emocional, instrumental e informativo para a saúde”.



Últimas Notícias