Instituto Argonauta

Instituto Argonauta resgata pinguim ferido na Barra do Sahy e chega a 10 mil ocorrências atendidas



Postado em: 23/06/2020


O Instituto Argonauta atingiu a marca de 10 mil ocorrências envolvendo animais de diversas espécies ao resgatar um Pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) no último domingo (21/6), na praia de Barra do Sahy,  na Costa Sul de São Sebastião. O pinguim responsável pela marca foi encontrado ferido, e encaminhado pela equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) para a Unidade de Estabilização de São Sebastião, onde recebe cuidados especiais até que esteja apto para soltura.


.
Estas dez mil ocorrências foram contabilizadas a partir de Janeiro de 2012, data em que o Instituto Argonauta passou a ter um Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) com registro próprio, independente do Aquário de Ubatuba. As ocorrências incluem os avistamentos do Projeto Avistagem de Mamíferos Marinhos, animais que foram encontrados mortos pela equipe do Projeto de Monitoramento de Praia da Bacia de Santos e todos os animais vivos que foram encaminhados para reabilitação, seja para o Centro de Reabilitação e Triagem de Animais Aquáticos ou para a Unidade de Estabilização de São Sebastião e o Centro de Reabilitação e Despetrolização do PMP-BS.

Este número é um controle da instituição e integra os bancos de dados informados no Sistema de Informação de Monitoramento da Biota Aquática (SIMBA-PMP), Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Aquáticos do CMA/ICMBio.
.
Sobre o Instituto Argonauta
O Instituto Argonauta foi fundado em 1998 pela Diretoria do Aquário de Ubatuba e reconhecido em 2007 como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). O Instituto tem como objetivo a conservação do Meio Ambiente, em especial a conservação dos ecossistemas costeiros e marinhos. Para isso, apoia e desenvolve projetos de pesquisa, resgate e reabilitação da fauna marinha, educação ambiental e resíduos sólidos no ambiente marinho, dentre outras atividades.
.
O Instituto Argonauta também é uma das instituições executoras do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural na Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.
.
O projeto é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. O Instituto Argonauta monitora o Trecho 10, compreendido entre São Sebastião e Ubatuba.
Para maiores informações consulte: www.baciadesantos.com.br
.
Seja um Argonauta
Para acionar o serviço de resgate de mamíferos, tartarugas e aves marinhas, vivos debilitados ou mortos, entre em contato pelos telefones 0800-642-3341 ou diretamente para o Instituto Argonauta: (12) 3833.4863 - 3833.5789/ (12) 3834.1382 (Aquário de Ubatuba)/ (12) 3833.5753/ (12) 99705.6506 – WhatsApp. Também é possível baixar gratuitamente o Aplicativo Argonauta, disponível para os sistemas operacionais iOS (APP Store) e Android (Play Store). No aplicativo, o internauta pode informar ocorrências de animais marinhos debilitados ou mortos em sua região, bem como informar ainda problemas ambientais nas praias, para que a equipe do Argonauta encaminhe a denúncia para os órgãos competentes.
.
A base do Instituto está situada na Tv. Baitacas, nº 20, bairro Perequê-Açu, Ubatuba/SP - CEP 11680-000.
Conheça mais em: www.institutoargonauta.org, www.facebook.com/InstitutoArgonauta/ e Instagram: @institutoargonauta
.



Últimas Notícias