Reprodução vídeo

Dória anuncia prorrogação de quarentena até 22 de abril e polícia está autorizada a agir em caso de aglomerações



Postado em: 06/04/2020


O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), anunciou no início desta tarde de segunda-feira (7/4), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, a prorrogação da quarentena em todo o Estado até o dia 22 de abril. Serão mais 15 dias de isolamento social para conter o avanço do Coronavírus e a medida não terá flexibilizações. "Prefeitos e prefeitas têm o dever de seguirem a orientação do Governo do Estado, é constitucional", enfatizou Dória.

Na coletiva, o governador informou que o rigor será aumentado, mas ressaltou que a população paulista majoritariamente tem respeitado. Já o secretário estadual de Saúde, José Henrique German, disse que caso as medidas não fossem adotadas, os casos já poderiam ser dez vezes maior. 

O médico infectologista David Uip, que ficou 14 dias em quarentena após contrair a doença, fez um depoimento emocionado sobre os momentos que passou. "Felizmente, Deus me ajudou", disse o médico que retornou à coordenação do Centro de Contingência do Coronavírus no Estado de São Paulo.

Dória frisou que a Polícia Militar está autorizada a agir em caso de aglomerações, sendo que a primeira medida será orientativa. O novo período de isolamento (8 a 22 de abril) social segue como atual, com o fechamento do comércio, mantendo apenas serviços essenciais.

Os hospitais, clínicas, farmácias e clínicas odontológicas, públicas ou privadas, devem seguir com o funcionamento normal. As transportadoras, armazéns, serviços de transporte público, serviços de call center, petshops, bancas de jornais, táxis e aplicativos de transporte continuam funcionando com as orientações sanitárias.

Os serviços de Segurança Pública, tanto estadual, quanto municipais, continuam funcionando normalmente. Os bancos e lotéricas também seguem abertos. As indústrias também podem funcionar, pois não têm atendimento ao público em geral.

Já os bares e restaurantes devem fechar e só poderão atender por delivery. A medida também afeta as padarias que trabalham com refeições.

O Estado registrou 275 mortes relacionadas ao coronavírus até domingo (5/4), de um total de 4,6 mil infectados. 

PODEM FUNCIONAR DURANTE A QUARENTENA:

Hospitais, clínicas, farmácias e clínicas odontológicas;
Transporte público;
Transportadoras e armazéns;
Empresas de telemarketing;
Petshops;
Deliverys;
Supermercados, mercados e padarias;
Limpeza pública;
Postos de combustível.

DEVEM PERMANECER FECHADOS:

Bares;
Restaurantes;
Cafés;
Casas noturnas;
Shopping centers e galerias;
Academias e centros de ginástica;
Espaços para festas, casamentos, shows e eventos;
Escolas públicas ou privadas.
*Bares, cafés e restaurantes podem manter o funcionamento em sistema de delivery e/ou drive thru.

 

 



Últimas Notícias