Sindserv

Presidente do Sindserv convoca servidores para assembleia da campanha salarial em discurso na tribuna da Câmara



Postado em: 19/02/2020


A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião (Sindserv), Audrei Guatura, fez uso da tribuna livre da Câmara, na noite da última terça-feira (18/2) para falar sobre a campanha salarial da categoria. A dirigente sindical destacou que, por este ser um ano eleitoral, a recuperação das perdas salariais dos funcionários da prefeitura só pode ocorrer até março e até o momento a administração não respondeu a pauta de reivindicações protocolada em janeiro.

Na tribuna, a presidente explicou que somadas as perdas, os trabalhadores também reivindicam que ocorra o reajuste inflacionário 2020, além da revisão dos valores dos vales alimentação e refeição e questões socioeconômicas. Audrei aproveitou para convocar todos os servidores públicos para a Assembleia Geral Extraordinária que será realizada no dia 4 de março, na sede central do Sindserv, com segunda chamada às 18h30, para que possam definir juntos as próximas ações da categoria.

Segundo o Sindserv, a Pauta de Reivindicações foi definida em assembleias realizadas em janeiro e foi protocolada por meio do Ofício 16/2020. Os trabalhadores cobram revisão salarial, que se refere a 3,06% (índice inflacionário da data-base 2018), 3,24% (2020) e 15% (referente ao compromisso firmado pela administração no primeiro ano de mandato para reposição das perdas salariais, sendo 5% ao ano, porém cumprido somente em 2017). Cobram também o reajuste do Vale Refeição de R$ 20 para o valor de R$ 24,26 diários e do Vale Alimentação de R$ 300 para R$ 363,90. “O servidor público merece respeito e está cobrando seus direitos. Reajuste, recuperação das perdas salariais, revisão dos vales são também compromissos que a administração firmou e os trabalhadores da prefeitura só estão cobrando que isso não fique só na promessa. Construímos uma tradição de luta nos últimos anos e seguimos firmes pela garantia da valorização de toda a categoria”, frisou a presidente.

A categoria também reivindica questões socioeconômicas, como a criação do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) e a implantação dos estatutos do Magistério e da Guarda Civil Municipal (GCM), de acordo com Lei Federal. Os trabalhadores também exigem o fim do assédio moral; o pagamento dos adicionais de insalubridade, periculosidade e risco atividade; e que todos os servidores tenham Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), uniformes e identificações adequadas. A sede central do Sindserv fica na Rua José David do Vale, 33, no Centro. Mais informações pelo (12) 3892-1545.

 



Últimas Notícias