Beto Silva/CMSS

Comissão de Saúde da Câmara se reúne com representantes do governo e da Anvisa sobre medidas preventivas ao Coronavírus



Postado em: 18/02/2020


A Comissão de Saúde da Câmara de São Sebastião se reuniu, na manhã de segunda-feira (17/2), com representantes do governo municipal e da Anvisa sobre medidas preventivas ao Coronavírus (Covid-19). O encontro foi realizado no gabinete do presidente da Câmara, Teimoso Campos. 

Além do presidente, também participaram o presidente da Comissão Parlamentar de Saúde, vereador José Reis, a secretária de Saúde, Ana Cristina Soares, e inspetor da Anvisa,  Marcos César Almeida, e representantes da Vigilância Epidemiológica da cidade. O presidente Teimoso Campos questionou quais as medidas que serão adotadas caso apareça algum caso suspeito de coronavírus.

Segundo a secretária de Saúde, Ana Cristina Soares, existem três etapas e serem seguidas e acompanhadas: 1ª o ´perigo eminente, 2ª alerta e a 3ª situação instalada. Ela afirma que o Brasil está no nível 2 e que a Secretaria da Saúde já adotou um protocolo, que será seguido quando houver algum paciente com sintomas de resfriado e complicações respiratórias. "Nestes casos, o paciente passará inicialmente por uma triagem, receberá  a máscara e será questionado se houve contato com alguém com suspeita de contaminação, se fez alguma viagem recente a algum lugar onde há casos confirmados da doença", explica.

De acordo com a secretária, após esta triagem e havendo algum item positivo, o paciente será encaminhado para um quarto de isolamento, onde serão colhidas duas amostras de exames. As amostras serão encaminhada a São Paulo e o resultado sai, em média, após cinco dias. "Em casos de confirmação e gravidade extrema, o paciente será encaminhado ao hospital Emilio Ribas em São Paulo, que é referência para o município", conclui.

Anvisa

O inspetor Anvisa em São Sebastião, Marcos César Almeida,  informou que o trabalho do orgão é fiscalizar o porto para evitar que a contaminação chegue ao município. "A Anvisa portuária notifica os navios, 48 horas antes do fundeio, para que o mesmo através de uma declaração marítima informa se há algum tripulante com resfriado a bordo", explica.

Segundo o inspetor, dois navios que chegaram respectivamente dias 27/01 e 7/02, de Singapura, foram notificados respeito e informaram que não havia nenhum tripulante com sintomas de resfriado.

Cuidados

Para se prevenir adote medidas gerais como: lavar as mãos com frequência, principalmente antes de comer; utilizar lenço descartável para higiene nasal; cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir; evitar tocar nas mucosas dos olhos; higienizar as mãos após tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas; manter os ambientes bem ventilados.

Evite contato com pessoas que apresentem sinais da doença. Grupos vulneráveis devem ficar mais atentos às manifestações clínicas, como idosos, crianças, gestantes, pessoas com doenças crônicas ou com imunodeficiência.



Últimas Notícias