Polícia Ambiental prende em São Sebastião suspeito de participação no assassinato de advogada no Guarujá



Postado em: 11/02/2020


A Polícia Militar Ambiental prendeu, na tarde de segunda-feira (10/2), no Morro do Abrigo, região do Bairro de São Francisco, em São Sebastião, um suspeito de participação no latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido no último dia 3, na cidade de Guarujá (SP). A advogada Virgínia Tavares Ferraz Ramos, de 38 anos, esposa do ex-candidato a Governador do Estado de São Paulo nas eleições de 2018, Cláudio Fernando Aguiar, o Prof. Claudio Fernando (PMN), morreu após levar dois tiros em uma tentativa de assalto.

 O suspeito foi capturado pelos policiais ambientais após denúncia anônima. Após breve negociação, o indivíduo se entregou e foi conduzido à Delegacia de São Sebastião.

O crime

A esposa do político chegava do trabalho de carro, quando foi abordada por criminosos armados no cruzamento de duas avenidas. Eles anunciaram o assalto e um dos bandidos atirou. Dois disparos acertaram Virgínia, sendo um na cabeça e outro no pescoço.

A dupla fugiu sem levar nada. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.



Últimas Notícias