Fotos: Luís Gava/PMC

Defesa Civil do Estado entrega Depósito de Ajuda Humanitária em Caraguatatuba



Postado em: 29/01/2020


A Defesa Civil do Estado de São Paulo inaugurou nesta terça-feira (28), em Caraguatatuba, seu sétimo Depósito de Ajuda Humanitária, o primeiro do Litoral Norte. Objetivo é a região estar preparada para uma eventual calamidade pública de forma que a população possa ser atendida com maior agilidade.

O coordenador adjunto da Defesa Civil, capitão Newton Krüger, explica que até então, era preciso ir até Taubaté, no Vale do Paraíba, para buscar kits de primeira necessidade às vítimas de enchentes, alagamentos, escorregamentos de terra quando a situação era grave.

Agora, cestas básicas, colchões, cobertores, material de higiene e limpezas, lonas plásticas e até uma barraca ficam na Estação do Corpo de Bombeiros de Caraguatatuba, onde o atendimento pode ser feito com mais agilidade.

Inicialmente, os kits podem atender até 60 pessoas/famílias. Mas com base nas previsões do tempo, é possível repor esse material ou se preparar para desastres ambientais em consonância com os municípios.

A iniciativa surgiu após solicitação do coordenador regional da Defesa Civil da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte, capitão Antonio Carlos Bernardes. “No ano passado percebemos a vulnerabilidade de atendimento do Litoral Norte com os constantes fechamentos da Rodovia dos Tamoios e a dificuldade para enviar ajuda para a região. Por isso, fizemos o pedido à Casa Militar que entendeu que era o momento do litoral ter o seu depósito para uma resposta rápida”.  

O diretor estadual da Defesa Civil, tenente coronel PM Henguel Ricardo Pereira, destacou a importância dessa estrutura, em Caraguatatuba, considerado ponto estratégico no Litoral Norte. “Vai facilitar o atendimento às cidades vizinhas no caso de alguma intercorrência na serra. Vamos diminuir o tempo de resposta, lembrando que neste período a Defesa Civil monitora toda a região e pode se antecipar e dar uma segurança melhor para a população no caso de necessidade”.

Ele reforçou, ainda, que este será um verão atípico, com ausência dos fenômenos meteorológicos El Nino e La Nina, mas isso não significa que pode não haver ocorrências. “Para o final de janeiro e começo de fevereiro as previsões são de chuvas de pouca duração, mas de grande intensidade”, alertou. E completou que “qualquer ajuda, seja do Estado ou do Município, é sempre bem vinda e um fôlego para as famílias atingidas”.

O vice-prefeito e coordenador da Defesa Civil de Caraguatatuba, capitão Campos Junior, representando o prefeito Aguilar Junior, parabenizou a iniciativa que de alguma forma significa um diferencial no sofrimento da pessoa que precisa de atendimento.

“Este é um momento importante que o Estado reconhece que o Litoral Norte precisa de um depósito mais próximo. Nós temos a nossa reserva estratégia, com esses materiais e outros mais, mas se for necessário, complementar, estando perto abrevia muito mais para todo mundo”.

A cerimônia de inauguração contou, ainda, com a presença do tenente-coronel Márcio André da Silva Nunes, comandante do 11º Grupamento dos Bombeiros; capitão PM Robson Mutsuo, diretor do Núcleo de Logística Humanitária da Defesa Civil; coordenadores e agentes da Defesa Civil dos municípios vizinhos; presidente da Câmara de Caraguatatuba, Francisco Carlos Marcelino (Carlinhos da Farmácia), vereadores Renato Leite Carrijo de Aguilar (Tato Aguilar), João Silva de Paula Ferreira (De Paula), e Aguinaldo Pereira da Silva Santos (Butiá) , entre outros.



Últimas Notícias