Divulgação/PMC

Serviço de táxi boat com até 50% de desconto começa vigorar em novembro em Caraguatatuba



Postado em: 30/10/2019


A partir desta sexta-feira (1º/11), o serviço de táxi boat nas praias de Caraguatatuba passa a vigorar com até 50% de desconto. Isso significa que o passeio que tinha preço delimitado em R$ 168 por uma hora e meia vai valer em torno de R$ 84. Se o passeio for fracionado, baixa de R$ 18 a cada 10 minutos para até R$ 9.

Essa tarifa é válida até o dia 30 de abril do próximo ano. Depois disso, a tabela cheia volta a valer até 31 de outubro. De acordo com a Secretaria de Urbanismo, quando foi feito o chamamento público para a concessão do serviço, o interessado tinha a opção de ofertar o melhor preço dentro da proposta feita pela prefeitura.

“Importante destacar que os valores precisam estar afixados em locais visíveis para que os usuários possam identificar com facilidade”, explica Alex Catapani, fiscal de postura da Secretaria Municipal de Urbanismo.

Em setembro passado, a Prefeitura de Caraguatatuba liberou o funcionamento de táxi boat nas praias da cidade e também para municípios vizinhos como Ilhabela, Ubatuba e São Sebastião.

A ideia é que o usuário possa escolher a praia que quer passar o dia ou mesmo passear pelas cidades vizinhas, desfrutando de um passeio pelo mar ou mesmo fugindo do trânsito que geralmente atravanca a rodovia e acesso às praias.

Antes do decreto 1.136, assinado pelo prefeito Aguilar Junior, as embarcações só podiam pegar o turista em uma determinada praia, fazer o passeio pelo mar e retornar ao ponto de origem.  “Agora, ele tem um leque de opções como destino, o que vai propiciar novas oportunidades de emprego e geração de renda para os munícipes envolvidos no turismo náutico”, explica o prefeito.

Caio de Moraes Chabrega França, 33 anos, que desde 2008 trabalha nesse setor. “A gente tinha demanda de turistas que queriam descer durante o passeio, mas não era permitido”.

Atualmente, são autorizadas 19 vagas para embarcações, sendo 11 para miúdas (com até oito metros de comprimento) e oito para de grande porte. Elas podem operar nas praias da Tabatinga e Cocanha (Região Norte), Martim de Sá e Píer do Camaroeiro (Região Central).

Os interessados no serviço devem estar devidamente cadastrados na prefeitura, com alvará em dia e autorização da Marinha do Brasil para a navegabilidade.



Últimas Notícias