Vereador de Ilhabela cobra planejamento para alta temporada de concessionárias de água, energia e travessia de balsa



Postado em: 20/09/2019


O vereador Luizinho Paladino encaminhou requerimentos à Sabesp, Elektro e Dersa, concessionárias de serviços públicos de água, energia e travessia de balsa, cobrando planejamento para o período de alta temporada. Ele aponta que neste período ocorrem falhas e diversos transtornos à população.  

Paladino ressaltou que, nos meses de verão - quando a população da cidade chega a triplicar - moradores e turistas enfrentam escassez de água, queda de energia e problemas na travessia de balsas em Ilhabela.

Por meio dos requerimentos, o vereador questiona as empresas sobre os planos de ação para evitar esses transtornos e pede que as estratégias sejam encaminhadas à Câmara. "É de conhecimento de todos que nesses meses os serviços pioram. A cidade vive do Turismo, precisamos dar uma experiência de qualidade para os turistas, mas os moradores não podem ser sacrificados com falta de água e energia. As empresas precisam se planejar para atender a todos de forma eficiente, pois pagamos caro pelos serviços", enfatizou Luiz Paladino.

Para a Dersa, o vereador solicita ainda informações sobre número de balsas, equipes, e ainda se haverá reforço de mais lanchas para o transporte de pedestres e ciclistas. Sobre a travessia, Luiz Paladino ainda vem cobrando o Governo do Estado para realização de uma audiência pública para discutir os termos de privatização do serviço.

Nesta semana, em entrevista ao Jornal da Morada - A Voz do Povo (Rádio Morada 95,5), o secretário estadual dos Transportes, João Octaviano Machado Neto, informou que a secretaria assumirá a gestão com a extinção da Dersa. "Não há nenhum risco de problema em assumir a gestão, já estamos com uma frota maior, seis balsas e uma lancha de passageiros, os tempos de travessia têm ficado adequados. Agora iniciamos operação de pesagem de caminhões e restrições em alguns horários. É determinação do governador João Dória que haja o processo de privatização e estamos trabalhando pra que esse processo realmente agilize".

Ele salientou que no último verão houve redução do tempo mesmo com a demanda alta. Sobre o segundo catamarã (embarcação para pedestre e ciclistas) - prometido pelo Estado - o secretário disse que trabalha para que a embarcação seja colocada no sistema. "Nossa intenção é colocá-lo em funcionamento já no verão 2020, assim teremos seis balsa e dois catamarãs".

 



Últimas Notícias