Fotos: Beto Silva/CMSS

Câmara autoriza empréstimos de R$ 140 mi para a Prefeitura de São Sebastião



Postado em: 10/07/2019


Em mais uma sessão polêmica e com a presença de um grande público, a Câmara Municipal de São Sebastião aprovou, na sessão desta quarta-feira (10), por sete a quatro, os projetos que autorizam a Prefeitura a contrair empréstimos na Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil para obras no município, no valor total de R$ 140 milhões.

O público lotou as dependências do Legislativo e também se concentrou nas janelas do plenário.

O vereador Giovani dos Santos (PSC), o Pixoxó, cobrou a realização de audiências públicas. Reinaldinho Moreira (PSDB) afirmou que em outros financiamentos não houve audiências públicas. “Os vereadores devem então fazer uma lei que todos os financiamentos tenham de passar por audiência pública”.

 Para Ernaninho Primazzi (PSC), não era o momento de se fazer o empréstimo, enquanto Onofre Neto (DEM) afirmou estar preocupado com o endividamento do município.

Professor Gleivison (MDB) disse que o projeto era impopular e que há muito tempo a população perdeu o crédito no Legislativo.

O vereador Elias Rodrigues (DEM), o Pastor Elias, disse que graças a empréstimos o ex-prefeito Ernane Primazzi calçou mais de 300 ruas e o então prefeito Luiz Rogério calçou as principais ruas da Topolândia.

O vereador Maurício Bardusco (MDB), o Maurício da Costa Norte, se posicionou a favor dos empréstimos, pelas obras previstas na sua região.

Votaram contra os vereadores Professor Gleivison, Onofre Neto, Ernaninho Primazzi e Giovani Pixoxó.

Empréstimos

Os empréstimos têm carência de dois anos e serão pagos em 96 meses. Na Caixa Econômica Federal, o valor é de R$ 100 milhões e, de acordo com a Prefeitura, os investimentos serão em pavimentação, construção de escolas em Camburi, Jaraguá e Boiçucanga, construção de píer e colônia de pesca, reforma da maternidade no Hospital de Clínicas e construção de nova base da GCM no Bairro de São Francisco, entre outras.

Já os R$ 39.977.651,36 do Banco do Brasil serão destinados a pavimentação de ruas, reforma do Gringão, conclusão do Hospital da Costa Sul e reforma e ampliação da Escola Cinthia Cliquet e construção de auditório, entre outras.



Últimas Notícias