Divulgação

Após acordo no TRT, funcionários da Queiroz Galvão retornam ao trabalho nas obras de duplicação da Tamoios



Postado em: 19/06/2019


A Construtora Queiroz Galvão e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada do Estado de São Paulo (Sintrapav-SP), com a participação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), firmaram acordo coletivo que encerrou a greve na tarde desta quarta-feira (19), em Campinas.

Ficaram definidos os seguintes itens:

•        Reajuste salarial de 5,5%

•        Vale alimentação de R$ 470,00

•        PLR no valor mínimo de R$ 2.700,00

•        Retorno ao trabalho a partir das 6h do dia 20 de junho

•        Compensação dos dias de greve por um dia de trabalho no feriado de 20 de junho

•        60 dias de estabilidade

•        Pagamento das diferenças do reajuste e do vale-alimentação até o 5º dia útil de julho de 2019

A greve

A greve foi iniciada no dia 10 de junho e os trabalhadores pediam 12,8% de reajuste salarial e a proposta apresentada foi de 5,07%. Já em relação ao vale-alimentação, a reivindicação era de R$ 600. Também era reivindicada a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de R$ 5 mil para todos os trabalhadores.

O movimento teve a adesão de aproximadamente 1,1 mil trabalhadores.

De acordo com o Sindicato, o acordo firmado após mais de cinco horas de audiência, representou uma vitória para a categoria.



Últimas Notícias